15/07/2011

Fraternidade Franciscana de Santo Antônio

conventoRIO DE JANEIRO – RJ
Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro

Largo da Cariocas, s/n – Centro
CEP. 20050-020
Tel. (21) 2262-0129 / 2262-1201 / 2240-7894
Fax (21) 2262-3772
e-mail: consantoantonio@uol.com.br

PADROEIRO
Santo Antônio – 13 de Junho

EXPEDIENTE
Portaria conventual:
de 2ª a 6ª feira, das 8 às 18 horas;
sábado, das 8 às 11 horas

PASTORAL SACRAMENTAL E ASSISTÊNCIA RELIGIOSA
Missas: segunda, quarta e sexta-feira: 8,9,10,11,12,30,18h.
Terça-feira: 7,8,9,10,11,12,15,17,18h.
convento_sto_antonio_fradesSábado: 8,9,10 e 16h
Domingo: 10 h

Confissões: Diariamente das 8 a 18h. Às terças-feiras: a partir das 7h.
Aos sábados: das 8 às 10,30 e de 15,30 às 16,30.
Aos domingos: não há confissões.

PASTORAIS ESPECÍFICAS
Pastoral Vocacional

Aconselhamento Espiritual
Assistência Religiosa às Irmãs Clarissas, Concepcionistas, Irmãs de Santa Catarina e Franciscanas do Sagrado Coração de Jesus.

TRABALHOS SOCIAIS
Núcleo da Educafro; Distribuição mensal de cestas básicas; Distribuição esporádica de alimentos; Distribuição de roupas e agasalhos; Curso de Informática – Info-Sefras.

Convento aceita doações em espécie, que podem ser entregues na Portaria, no Largo da Carioca, S/N, para serem encaminhadas às obras sociais. As doações em dinheiro deverão ser feitas em nome da Província Franciscana da Imaculada Conceição. 

FAMÍLIA FRANCISCANA
Ordem Franciscana Secular; Irmãs Clarissas – Gávea; Irmãs Clarissas – Nova Iguaçu; Irmãs Concepcionistas; Irmãs Franciscanas do Sagrado Coração de Jesus.

Datas históricas do Convento
1608 - (4 de junho) Lançamento da pedra fundamental.
1620 - Inauguração oficial do Convento. Começa a assistência aos pobres.
1670 - Os frades começam a dar assistência religiosa aos “recôncavos da cidade” (atual “Baixada Fluminense”).
1683 - Já consta nas Crônicas da cidade a pregação da Trezena de Santo Antônio.
1710 - Invasão francesa. A população e 600 soldados se aquartelam no Morro de Santo Antônio. A estátua do Santo é levada à frente das tropas que repelem os invasores, sendo nomeado “Capitão de Infantaria”.
1747 - Morre Frei Fabiano de Cristo de Cristo, em fama de santidade. Seus restos mortais repousam no Convento.
1776 - Criação de uma Universidade com 13 Cadeiras, no Convento.
1791 - Tiradentes ter-se-ia abrigado no Convento.
1808 - A Corte e o Imperador Dom Pedro I costumavam almoçar no Convento, uma vez por ano, “servindo-se da mesma comida e usando os mesmos talheres dos frades”.
1810 - Santo Antônio é promovido a “Sargento-mór de Infantaria”.
1814 - Santo Antônio é promovido a “Tenente-Coronel”. A imagem de Santo Antônio foi condecorada pelo Príncipe-Regente Dom João VI, com a Grã-Cruz da Ordem de Cristo.
1817 - Morre e é enterrado no Convento o Primeiro Núncio Apostólico do Brasil.
1821 - Dom Pedro I é convencido, no Convento, a permanecer no Brasil. Daqui sai para o “Dia do Fico”.
1910 - Primeira grande restauração do Convento.
1911 - Tentativa de expulsão dos frades e seqüestro do Convento. Este é salvo pelo povo do Rio de Janeiro. Instala-se a luz no Convento.
1937 - Inauguração do Mausoléu que abriga os cinco filhos dos Imperadores Dom Pedro I e Dom Pedro II.
1953 - Segunda grande restauração do Convento.
1954 - Construção do túnel que dá acesso aos elevadores.
1984 - Início da terceira grande restauração do Convento.
1995 – Lançamento, no Convento, do selo comemorativo aos 800 anos do nascimento de Santo Antônio.

Início da Ordem Franciscana no Brasil

O Convento de Santo Antônio do Rio de Janeiro foi fundado e é mantido até hoje pela Ordem dos Frades Menores (Franciscanos), que está intimamente unida à Historia do Brasil desde o dia do seu descobrimento.

Em 1500, Frei Henrique de Coimbra, que acompanhou a expedição de Pedro Álvares Cabral, celebrou a primeira Missa em terras do Brasil.

Em 1516, desembarcaram em Porto Seguro dois Franciscanos com o propósito de cristianizar os índios. Mas depois de terem batizado algunsTupiniquim, foram trucidados pelos índios pagãos.

Em 1548, vieram dois Franciscanos da Itália. Um deles afogou-se ao atravessar um rio. O outro voltou para o país de origem.

Em 1558, o irmão leigo Frei Pedro Palácios, de nacionalidade espanhola, aportou em Vila Velha do Espírito Santo, onde levou uma vida de eremita, entremeada com excursões missionárias entre os índios e fundou a Igreja de Nossa Senhora da Penha no Espírito Santo.

Em 1577, o Governador de Pernambuco Jorge de Albuquerque Coelho, tendo tomado conhecimento dos serviços que Frei Álvaro da Purificação, da Província de Santo Antônio dos Currais, desenvolvia em sua Capitania, pediu à Província que mandasse mais frades. O pedido, porém, só foi atendido depois de intervenção direta do Ministro Geral, Frei Francisco Gonzaga. Aos 12 de abril de 1585 desembarcaram no Recife os sete primeiros frades que, com mais outros que vieram em seguida, lançaram os fundamentos para as duas províncias Franciscanas: a de Santo Antônio do Norte e a da Imaculada Conceição de Nossa Senhora, no sul.