Vida Cristã - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

Meditação diária

agosto/2021

  • Irmãos Menores

    Dia a dia com  Francisco de Assis

    Quando entramos em contato com franciscanos, desde nossa juventude, ficamos curiosos a respeito do significado de três letras apostas aos seus nomes: OFM. Ficamos sabendo que querem dizer “Ordem dos Frades Menores”.  Alguns desejam saber se existe a Ordem dos Frades Maiores!  Claro que não. Aos poucos fomos nos acostumando  com essas três letras e três palavras.  Aprendemos a ver os franciscanos como homens simples no falar, no modo de ser, na vida de todos os dias, pessoas de fácil acesso, sem protocolos mundanos, não dispondo de agendas com rigorosas horas marcadas. Gente que não se esforça em desfilar em passarelas.  Homens com uma preocupação especial com os que os que vivem situações doloridas e afastamento de Deus e, sobretudo, não afeitos a grandezas.


    Frei Almir Guimarães

    Imagem ilustrativa de Frei Fábio Melo Vasconcelos

  • Humildade verdadeira

    Dia a dia com  Francisco de Assis

    Dos escritos de Tomás de Celano:

    Francisco fundou a Ordem dos Frades Menores e nessa ocasião lhe deu o nome.  Quando estava escrevendo a Regra: “e sejam menores”, ao pronunciar estas palavras, disse: “Quero que esta Fraternidade seja chamada Ordem dos Frades Menores”. De fato, eram menores.  Porque eram submissos a todos, sempre procuravam o pior lugar e queriam exercer o ofício em que pudesse haver uma desonra, para merecerem ser colocados sobre a base da humildade verdadeira e neles pudesse crescer auspiciosamente a construção espiritual de todas as virtudes”.

     1Celano 38


    Organização: Frei Almir Guimarães

    Imagem ilustrativa de Frei Fábio Melo Vasconcelos

  • E sejam menores

    Dia a dia com  Francisco de Assis

    Francisco convidava os seus a um tipo de humildade que não era apenas um estado interior, mas tinha também uma dimensão social.   Os irmãos não deveriam exercer qualquer tipo de dominação, não somente entre si e muito menos na sociedade.  É assim que na Regra de 1221, Francisco pede expressamente aos irmãos que vão trabalhar em casas alheias para não aceitarem trabalhos que lhes deem poder sobre outros homens e que por esta razão os identificassem com a classe dirigente e dominante. Deviam recusar o trabalho de capataz, administrador, etc.  Em outras palavras todo cargo de direção e de comando. E Francisco acrescenta:  “Em vez disso sejam menores e submissos a todos os que moram na mesma casa”.  Um jeito simples e modesto de viver…

     Éloi  Leclerc, “Francisco de Assis. O retorno ao  Evangelho”, Vozes,  p.62


    Organização: Frei Almir Guimarães

    Imagem ilustrativa de Frei Fábio Melo Vasconcelos

  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos