18/02/2013

Fraternidade Franciscana São Francisco

DUQUE DE CAXIAS -RJ

Praça Carmem Domingos Pinto
Lote 5, Quadra 2, Campos Elíseos – Duque de Caxias (RJ) – CEP. 25225-174
Tel.:  (21) 2676-1623/ Fax.: 2676-1623

E-mail: parfrancisco@yahoo.com.br
Facebookfb.com/parsfdeassis/

Diocese de Duque de Caxias e
São João de Meriti

A FRATERNIDADE
Frei Antônio Michels, guardião, pároco e vice-mestre
Frei Angelo José Luiz, vigário da casa e vigário paroquial
Frei Carlos A. Branco Araujo, vigário paroquial e ecônomo
Frei Deoclécio Lira Corrêa, estudante (S. Benedito da Amazônia)
Frei Jhones Lucas Martins, estudante e animador do SAV local
Frei Santana Sebastião Cafunda, estudante (FIMDA)

PADROEIROS
Nossa Senhora do Perpétuo Socorro
São Francisco de Assis

EXPEDIENTE PAROQUIAL
De terça a sexta-feira, das 8h30 às 12h00 e das 13h30 às 18h00
Sábado, das 9h00 às 12h00
Missas na Igreja São Francisco de Assis: terça – 19h30; e domingo: 10h00 e 19h00.

Na Paróquia de São Francisco de Assis, os frades atendem 23 comunidades: Nossa Senhora do Rosário; São José;  São Paulo; Divino Espírito Santo; Santíssima Trindade; Santo Antônio; São Francisco; Santa Clara; Nossa Senhora da Glória; Nossa Senhora da Paz; Santana; São Judas; Cristo Rei; São Pedro; São João; Cristo Redentor; Cristo Libertador; São Sebastião; Nossa Senhora do Perpétuo Socorro; Nossa Senhora Aparecida; Sagrado Coração de Jesus; Santa Terezinha do Menino Jesus; Imaculada Conceição de Maria.

TRABALHOS SOCIAIS

Casa de Acolhimento São Gabriel

Funciona no bairro Bom Retiro, com o objetivo de combater a desnutrição infantil. Atende 30 crianças de 0 a 3 anos, no período das 8 às 16 horas, de segunda a sexta-feira.
Ambulatório São Judas Tadeu
Oferece atendimento nas áreas clínica geral, fisioterapia e todo tipo de exames laboratoriais, em parceria com a UniGranRio. Tem também uma farmácia de manipulação, onde produz remédios fitoterápicos.


HISTÓRIA

Da Catedral para o Pilar
A Paróquia de São Francisco de Assis foi criada na Área do Campos Elíseos, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Os frades franciscanos da Província da Imaculada Conceição deixam de responder pela área do Pilar, onde estava a Paróquia de Nossa Senhora do Pilar.

A história da presença franciscana no Pilar e em Campos Elíseos começou há exatamente 28 anos, quando os franciscanos deixaram a Matriz de Santo Antônio no dia 7 de julho de 1985, durante Missa solene celebrada por D. Mauro Morelli e posse da nova equipe de padres diocesanos na Catedral.

Quando a Sé de Roma decidiu fundar a nova Diocese de Duque de Caxias e São João de Meriti, enviou para Duque de Caxias o então Núncio Apostólico , Dr. Carmine Rocco, para que o mesmo sondasse uma igreja já existente, ou então um lugar condigno que pudesse servir como sede da nova Diocese que seria fundada no dia 11 de outubro de 1980. O Núncio achou que o melhor lugar que condizia com as exigências práticas para a futura fundação seria a então Matriz de Santo Antônio, dos franciscanos.

Como aquela igreja pertencia à Ordem Franciscana, o Núncio Apostólico dirigiu um pedido ao governo da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil solicitando que, se possível, doasse aquele patrimônio para que ali se instalasse a sede episcopal da nova diocese. Imediatamente, os superiores franciscanos aceitaram o pedido de D. Carmine e colocaram a Matriz de Santo Antônio com todas as suas dependências e propriedades à disposição da Santa Sé. Mas o ministro provincial, Frei Basílio Prim, condicionou que tão logo fosse escolhido o novo bispo e o patrimônio da matriz de Santo Antônio a ele entregue, os franciscanos deixariam a Catedral de Duque de Caxias.

Mas ao ser sagrado bispo – a diocese foi instalada no dia 12 de julho de 1981 – e ao receber a Matriz de Santo Antônio, D. Mauro Morelli soube da decisão da Província Franciscana de retirar da Paróquia a equipe de franciscanos que ali servia e, então, pediu aos superiores da Ordem que, pelo menos, deixassem frades por mais algum tempo, até que ele tomasse pulso da diocese e pudesse pensar em como solucionar e escolher uma equipe de padres diocesanos para assumir aquele trabalho. Estabeleceu-se, então, um trato: os franciscanos permaneceriam ajudando D. Mauro na Catedral até 1985.

Em 85, D. Mauro mais uma vez direcionou um pedido à Província Franciscana para que, embora a Ordem Franciscana deixasse a Catedral, permanecesse com uma equipe a serviço da Diocese num lugar à escolha da própria Província. E foi feita a opção de que a nova Paróquia da Ordem Franciscana seria a de Campos Elíseos, uma região pobre e de periferia, muito conforme as linhas pastorais da Província Franciscana.

Frei Clarêncio Neotti escreve sobre a posse neste dia no Pilar: “Às 16 horas do dia 7 de julho de 1985 em frente à velha igreja de Nossa Senhora do Pilar, foi feita a missa de posse dos freis Névio Fiorin e David Raimundo dos Santos, na paróquia de Nossa Senhora do Pilar, que engloba 26 comunidades. Diante de uma multidão de quase duas mil pessoas, embora ameaçasse chuva, o sr. Bispo celebrou a Santa Missa e deu a posse entregando ao vigário as chaves do Sacrário e da Igreja. Concelebraram vários padres diocesanos e confrades. Em poucas palavras, D. Mauro lembrou que a missão do franciscano é evangelizar pela palavra e pelo testemunho.  Frei Névio, em poucas palavras colocou na homilia que os frades aqui chegavam com muita humildade para trabalhar junto ao povo, aprendendo com eles a sabedoria dos simples. Fazendo menção a um projeto de plano pastoral, disse que os frades não chegaram para mudar tudo, mas que se trabalharia dentro das linhas pastorais da diocese: incentivando o estudo e reflexão sobre o Batismo na Vida e Missão da Igreja; levando adiante a Catequese, procurando encontrar o modo de fazer catequese na Baixada; incentivando a Pastoral da Terra urbana, por uma justiça social; e apoiando a Pastoral Operária.