Vida CristãMeditação diária › 08/06/2018

A devoção ao Amor de Jesus

Frase para refletir:

“Quisera ter as asas invencíveis de uma águia para atravessar as cordilheiras e gritar sobre as cidades: O Amor não é amado! O Amor não é amado! Como é que os homens podem amar uns aos outros se não amam o Amor?” (São Francisco de Assis, místico italiano, 1189-1226).

medita_080618

Há pessoas que dizem que amam Jesus, mas só amam a si mesmas. A devoção ao amor de Jesus por nós é simbolizada pelo seu coração amoroso envolto em chamas. Basta um pouco de meditação para se ter a certeza do amor infinito de Jesus. Ele se revela a quem dedica um tempo a oração sincera em agradecimento ao seu grande amor. São inúmeros os relatos sobre experiências de fé no amor de Jesus. São Francisco de Assis viveu intensamente esta devoção ao amor de Jesus. O trecho de hoje é uma resposta que ele deu a um camponês que o encontrou chorando e em seu pranto dizia: “o amor não é amado”. São João Paulo II assim escreveu sobre o amor de Jesus: “Jesus Cristo olhou com olhar de predileção para os enfermos, os aflitos, os pobres, os deficientes, os sofredores, reservando a eles as mais ternas palpitações do Seu Coração” Coube a Santa Margarida Maria Alacoque, revelar ao mundo sua experiência mística sobre o Coração de Jesus; narra que estava em profunda oração e do tabernáculo saiu uma névoa que lentamente foi se transformando em uma figura humana, e se aproximou dela e abriu sua túnica e mostrou o seu coração, dizendo; “Eis aqui o coração que tanto amou os homens e pelos quais e tão mal correspondido…” Penso que o mundo precisa voltar à devoção ao Sagrado Coração de Jesus para poder encontrar a paz.

Bom dia! Bom trabalho!

Reflexão feita por José Irineu Nenevê


Links: 

Facebook: http://www.facebook.com/bomdiaebomtrabalho
Mensagens anteriores em www.maikol.com.br
Leia o Livro “Bom dia e bom trabalho, sabedoria para todos os dias”, Editora Vozes.