Notícias - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

Frei João assessora encontro sobre as Diretrizes Gerais

15/10/2015

Notícias

reinert-820

Cláudio Santos, OFS, especial para este site

As paróquias do Regional Centro, da Diocese de Duque de Caxias participaram de um estudo do documento 102, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), “Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil – 2015 -2019”, assessorado pelo frei João Fernandes Reinert, OFM, pároco da Paróquia Santa Clara, em Imbariê.

O encontro foi realizado na Paróquia Santa Terezinha, Parque Lafaiete, e contou com participação da Paróquia Santo Antônio, que esteve representada pelos irmãos Cláudio Santos, Alcicléia Sanuto, da Fraternidade Santo Antônio (OFS), e por Luiza Silva. A primeira etapa foi realizada no dia 29 de agosto e, a partir desse encontro de formação, a diocese programará outras etapas para o debate e construção do plano pastoral diocesano.

A cada quatro anos, a CNBB elabora as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, que é um conjunto de diretrizes que dará novo impulso à ação pastoral de todos os agentes missionários participantes da Igreja. Aprovadas durante a 53ª Assembleia Geral da CNBB, em abril deste ano, as diretrizes deste quadriênio expressam a razão da evangelização, da ação evangelizadora, da missionariedade da Igreja no Brasil.

A assembleia geral decidiu não elaborar novas diretrizes, mas atualizar as que estavam em vigor (2011-2015). As novas orientações foram atualizadas a partir da Campanha da Fraternidade 20152, que teve como tema ‘Fraternidade: Igreja e Sociedade’, cujo lema é ‘Eu vim para servir’ (cf. Mc 10,45), e da  Exortação Apostólica ‘Evangelii Gaudium’ (do latim, Alegria do Evangelho), sobre o anúncio do Evangelho no mundo atual, e do pronunciamento do papa Francisco aos bispos em julho de 2013, no Rio de Janeiro, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude (JMJ). A continuidade também foi motivada pela necessidade de dar prosseguimento ao processo de aplicação do Documento de Aparecida, que é a principal referência das Diretrizes do último quadriênio.

Dividido em quatro capítulos, o documento traz os elementos fundamentais para a animação da ação evangelizadora da Igreja no Brasil, com orientações pastorais para este quadriênio, que auxiliarão no processo de planejamento pastoral de cada diocese, do secretariado geral da CNBB, das iniciativas da vida consagrada e dos movimentos eclesiais. Com essa atualização, as diretrizes mantiveram as cinco urgências: a) a Igreja precisa estar em estado permanente de missão; b) ser casa de iniciação à vida cristã; c) ser lugar de animação bíblica da vida e da pastoral; d) tornar-se mais e mais uma comunidade de comunidades; e) estar a serviço da vida plena para todos.

A celebração do 50º aniversário da conclusão do Concílio Vaticano II, em 8 de dezembro de 1965, e o Ano Santo Extraordinário da Misericórdia, que será celebrado de 08 de dezembro de 2015 a 20 de novembro de 2016, nos convidam a prosseguir no caminho da renovação pastoral, no contexto de uma nova evangelização, com novo ardor missionário e criatividade pastoral que a Conferência de Aparecida propõe.