Notícias - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

D. Gregório a Frei Jorge: Você tem o poder transformador que nasce da humildade

26/02/2019

Notícias

Frei Augusto Luiz Gabriel

Petrópolis (RJ) –  Nesta terça-feira, 26 de fevereiro, Frei Jorge Paulo Schiavini não só recebeu as chaves da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, mas também as chaves do coração de muitos paroquianos, confrades, amigos e simpatizantes do carisma franciscano durante a Celebração Eucarística, às 18 horas, presidida pelo bispo da Diocese de Petrópolis (RJ), Dom Gregório Paixão OSB.

Natural de Concórdia (SC), Frei Jorge vestiu o hábito franciscano em 10 de janeiro de 2000 e fez sua profissão solene em 2 de agosto de 2003. Foi ordenado presbítero em 15 de novembro de 2008. Nos últimos anos foi o guardião da Fraternidade do Sagrado, serviço que agora acumula com o de pároco.

Segundo o rito de posse, no início da Missa, Frei Fernando de Araújo Lima, professor do Instituto Teológico Franciscano (ITF) e vigário paroquial, leu o documento de nomeação e provisão de pároco, atendendo ao pedido feito pelo Ministro Provincial da Província Franciscana da Imaculada Conceição, Frei César Külkamp, à Diocese de Petrópolis. O novo pároco fez a profissão de fé e o juramento de fidelidade na presença do bispo Dom Gregório e de toda comunidade reunida.

Em sua homilia, Dom Gregório destacou que Jesus se mostrou transparente diante de seus discípulos, revelando, inclusive, as dificuldades que iria passar. “Por mais que conviviam com Jesus, não entendiam quem era Jesus e o projeto que Ele estava desenhando. Enquanto Jesus falava do sofrimento, eles falavam de glória; enquanto Jesus falava de serviço, eles falavam de poder”, explicou, perguntando: “Realmente conhecemos Jesus?”.

Segundo ele, uma atitude fundamental de todo cristão é viver o dia a dia com consciência e liberdade de que todos somos convidados a transformar a realidade que nos cerca. “Muitos falam de Deus, mas vivem como se Deus não existisse”, lamentou. “Hoje essa Igreja recebe um irmão que será o proclamador da alegria de quem conhece Jesus. Quero pedir que vocês ouçam o que ele vai dizer pela Palavra. Mas, fundamentalmente, saibam ler os gestos que ele manifestará pela sua própria consagração. Vivam a beleza daquilo que ele vai desejar tocar no coração de vocês, mas ao mesmo tempo vejam pelos gestos concretos a verdade que se manifestará através de suas escolhas. Acolham este filho que veio de longe para trazer Aquele que nós conhecemos, mas que precisa ser revelado para que assim O amemos ainda mais profundamente. E, de modo especial, sejam irmãos deste irmão que deseja caminhar com vocês, para que, assim, juntos, como ovelhas do rebanho do grande Pastor, cheguemos exatamente onde Ele deseja que cheguemos. Esse é o projeto de vida de uma comunidade cristã!”, pediu Dom Gregório.

“E a você, Frei Jorge, só posso te dizer para que abrace esses irmãos que Deus está lhe dando. É a alegria da continuidade da obra de Jesus. Pregue a Palavra com alegria. E, principalmente, meu irmão, saiba e tenha a consciência de que você carrega o poder do serviço, poder de chorar com aqueles que sofrem, poder de se alegrar com aqueles que riem, poder de revelar o sorriso e alegria de Deus para com os irmãos. Poder transformador que nos vem pela humildade. Seja muito bem-vindo, Frei Jorge, e seja profundamente feliz”, desejou o bispo.

No rito da celebração, Frei Jorge foi interrogado publicamente e comprometeu-se a seguir com Jesus a caminhada de evangelização e fortalecimento da fé cristã. Em seguida, recebeu do bispo a chave da Igreja, os instrumentos para a celebração do sacramento do batismo e a chave do Sacrário. Dom Gregório conduziu o pároco até a capela da penitência, dedicada a Santo Antônio de Sant’Ana Galvão, como sinal de serviço à comunidade e confiança à Igreja. Depois, o vigário paroquial, Frei Almir Guimarães, leu a ata de posse do novo pároco. Por fim, o bispo pediu uma grande salva de palmas ao pároco já empossado!

Frei Jorge agradeceu a Dom Gregório pela proximidade para com a fraternidade e também com a Paróquia. Agradeceu de forma especial ao pároco anterior, Frei James, que animou a vida paroquial nos últimos três anos. E pediu que a comunidade rezasse por ele, pela Paróquia, pelos freis e lideranças. “Deus Trindade nos conduz e, por isso, carreguemos nossas cruzes e responsabilidades, com fé e esperança. Que possamos juntos viver e anunciar o Evangelho de Jesus Cristo”, sublinhou. E, por fim, apresentou os frades que compõem a Fraternidade permanente e também os novos frades estudantes.

UM POUCO DE HISTÓRIA

Frei Jorge Paulo Schiavini é o 18º pároco na centenária Paróquia do Sagrado Coração de Jesus. Frei Ático Francisco Eyng foi o primeiro no período de 1946 a 1948. O segundo foi Frei Luiz Gonzaga Costa, de 1948 a1949. Depois vieram:  3º) Frei Lauro Ostermann (1949-1956); 4º) Frei Aniceto Krocker (1956-1967); 5º) Frei Jose Bertoldi (1967-1969); 6º) Frei Faustino Tomelin (1969-1979); 7º) Frei Clarêncio Neotti (1980-1982); 8º) Frei José Aussems (1983-1986); 9º) Frei Luis Dalmago (1986-1989); 10º) Frei Augusto Koenig (1989-1992); 11º) Frei Geraldo Freiberg (1992-1995); 12º) Frei Vitalino Turcato (1995-2000); 13º) Frei Vitalino Piaia (2000-2007); 14º) Frei Adriano Freixo Pinto (2007-2012); 15º) Frei Angelo José Luiz (2013-2016); 16º) Frei César Külkamp (2016). O antecessor de Frei Jorge foi Frei James Luiz Girardi (17º), que atuou como pároco entre os anos de 2016 a 2018.

VEJA MAIS IMAGENS DA CELEBRAÇÃO