Notícias - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

Brumadinho: Que o lamento se transforme em mudança!

26/01/2019

Notícias

“Quando o capital se torna um ídolo e dirige as opções dos seres humanos, quando a avidez do dinheiro domina todo o sistema socioeconômico, arruína a sociedade, condena o homem, transforma-o em escravo, destrói a fraternidade inter-humana, faz lutar povo contra povo e até, como vemos, põe em risco esta nossa casa comum. Os seres humanos e a natureza não devem estar a serviço do dinheiro.” (Papa Francisco)

Diante do gravíssimo ocorrido na barragem em Brumadinho – MG, que vitimou um incontável número de vidas humanas, animais e vegetais, deixando um rastro de morte e destruição, a Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil, através do Serviço Franciscano de Justiça, Paz e Integridade da Criação (JPIC), vem expressar seu profundo pesar, suas orações, sua solidariedade e sua indignação.

Como Franciscanos, não podemos ficar indiferentes ao grito da terra e dos pobres que, desde sexta-feira, dia 25/01, sobe aos céus clamando por justiça e por conversão. Nossa convicção teológica de que Deus é o Criador de tudo e nos pede respeito pela sua Criação, impele-nos a denunciarmos a idolatria de quem se considera dono dos bens naturais sem se preocupar com os efeitos da degradação ambiental, dos modelos atuais de desenvolvimento e da cultura do descartável sobre a vida das pessoas.

É sabido que, na raiz do ocorrido em Brumadinho, existe um grande sistema econômico, político e social que tem se baseado na lógica do aumento do lucro desmedido sem respeitar a vida de cada ser. É preciso que se diga que não há verdadeiro crescimento e desenvolvimento sem respeito pela criação e uma melhoria na qualidade de vida de todos e todas, e não apenas dos poderosos que usufruem das suas riquezas a custo da vida dos mais pobres. É preciso que se repense esse sistema econômico que ‘mata, exclui e destrói a mãe terra’ (Papa Francisco).

Além de uma penalização dos responsáveis e das ações de reparação dos danos deste crime ambiental e humano, que pela segunda vez acontece em Minas Gerais, esperamos que a dor dessa tragédia se converta em políticas públicas mais eficazes e fiscalizações mais rígidas, bem como uma mudança de mentalidade no que tange à exploração desmedida e à avidez pelo lucro.

Que o lamento se transforme em mudança e que os donos do poder e do dinheiro vençam o pecado da indiferença, amem o bem comum, promovam os fracos e cuidem deste mundo em que habitamos. E que o Senhor de toda a Criação nos inspire a sermos promotores da vida, da justiça, da paz e do respeito por tudo aquilo que nos foi confiado como expressão do seu amor.

Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

Serviço Franciscano de Justiça, Paz e Integridade de Criação

São Paulo – SP, 27 de janeiro de 2019