Notícias - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

Antes da profissão, noviços recebem o hábito e fazem pedido à Fraternidade

06/01/2020

Notícias

Moacir Beggo

 Rodeio (SC) – A Primeira Profissão dos Noviços  2019 será feita durante a Celebração Eucarística, às 19 horas, nesta segunda-feira (6/1). Mas o rito começou um pouco antes neste dia solene no Noviciado São José de Rodeio (SC). Frei Gabriel Ferreira Salinas e Frei Irven Gabriel de Jesus dos Santos fizeram o pedido à Fraternidade do Noviciado para aceitá-los como irmãos e receberam os novos hábitos que passarão usá-los como professos temporários. Este momento celebrativo, simples mas muito simbólico, foi realizado no refeitório do Convento, antes do almoço, tendo a presença do Ministro Provincial, Frei César Külkamp; do guardião da Fraternidade do Noviciado, Frei Mário Stein; do mestre dos noviços, Frei Rodrigo da Silva Santos; e confrades da Fraternidade e de toda a Província.

O guardião do Convento, Frei Mário deu início à celebração perguntando aos noviços: “Caríssimos, qual o vosso desejo?”. Eles responderam: “Caríssimos em Cristo, rogo-vos pelo amor de Deus, da Bem-aventurada Virgem Maria, de nosso Pai São Francisco e de todos os Santos, admitir-me à Profissão dos votos temporários, para fazer penitência, emendar a minha vida, e servir a Deus com fidelidade até à morte. E ao mesmo tempo, peço perdão de todas as minha negligências e faltas que cometi durante o ano de noviciado. Declaro e protesto estar ciente das obrigações que me impõem os votos e a santa Regra, e prometo observá-los fielmente. Finalmente, solicito as orações desta Fraternidade, pela minha perseverança na vocação”.

O Ministro Provincial abençoou os hábitos e lembrou que esta celebração é propriamente uma ‘segunda vestição’, mas desta vez dentro do contexto da vida fraterna. Isso porque, na celebração da Admissão no início do ano passado, eles receberam um hábito provisório para o tempo de provação que é o Noviciado. Citando a fórmula da bênção, Frei César destacou que o hábito, a veste da penitência, é principalmente o “exercício de deixar-se revestir por Deus, assumir seu modo de ser, de agir, que constitui nosso seguimento, nosso discipulado. É isso que nós queremos reafirmar com essa recepção do hábito e com o pedido de bênçãos de Deus para ele”, explicou.

Frei César se dirigiu ainda aos noviços dizendo: “Nesse momento como Fraternidade, vocês pediram ao guardião desta Fraternidade e a cada irmão para poderem professar hoje. Então, também, quero agradecer a esta Fraternidade, à qual foi confiada esta tarefa tão importante de iniciação da vida franciscana nos seus valores, no seu seguimento. E que esta profissão seja o momento sublime de experimentar em cada irmão essa gratidão pelo dom da vida de dois irmãos que consagram esta mesma vida ao seguimento de Jesus Cristo como fez São Francisco de Assis”, acrescentou, convidando a todos para fazerem um instante de prece e “voltar os pedidos a esses dois irmãos Frei Gabriel e Frei Irven”.

Frei Mário Stein agradeceu aos noviços e a seus confrades por este “ano de penitência”. Segundo ele, mesmo tendo apenas dois noviços na turma, que se iniciou com quatro, foi “um ano de trabalho e compromisso muito grande com a Fraternidade”. “Muitas vezes, durante o ano, não fomos exemplos para vocês, mas é Jesus Cristo e São Francisco que vocês devem seguir”, reconheceu, prometendo: “Contem com as nossas orações”.

Os frades, em coro, responderam: “Dou graças Senhor por teu grande amor”. O mestre aspergiu os hábitos com água benta e Frei César e Frei Mário ajudaram os noviços a se vestirem o novo hábito.

VEJA MAIS SOBRE A PRIMEIRA PROFISSÃO


VEJA MAIS IMAGENS DESTE MOMENTO CELEBRATIVO NA FRATERNIDADE