Notícias - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

Santa Isabel é celebrada no Capítulo Provincial

17/11/2018

Notícias

Os 133 capitulares presentes no Seminário Santo Antônio de Agudos, começaram este sábado, 17 de setembro, celebrando a Padroeira da Ordem Franciscana Secular, Santa Isabel da Hungria. A Santa Missa, às 8 horas, foi presidida pelo guardião da Fraternidade do Noviciado de Rodeio, Frei José Antônio Cruz Duarte, ex-assistente internacional da Ordem Franciscana Secular e Jufra.

VEJA O ESPECIAL NESTE SITE SOBRE SANTA ISABEL

Fre José lembrou, primeiramente, que hoje a Família Franciscana está em festa. Lembrou também que Isabel nasceu em 1207 e viveu apenas 24 anos, mas os viveu tão intensamente que, desde a tenra idade, buscou encarnar o Evangelho, assumindo o ser menor. “Nobre de nascença, maior se fez menor, assumiu a pobreza e viveu ‘para e com os pobres’. E, desde a sua morte, foi tida por todos os leigos, que assumiram viver o Evangelho no século, como Padroeira e modelo”.

Segundo Frei José, duas coisas destacam nesta grande mulher. Primeiro: Isabel é jovem, idealista, perseverante em viver o Evangelho diante de todas as adversidades e diante de todos os sofrimentos e injustiças, nunca deixou de ser idealista, de buscar viver o Evangelho. Segundo: mulher que enfrentou todos os preconceitos, todas as discriminações e sempre as enfrentou de forma pacífica e cheia de ternura. Eis aqui o exemplo de irmã e de irmão menor.

Frei José lembrou também que neste ano celebramos o Ano do Laicato. “Celebrar Santa Isabel me leva a pensar qual é o papel do leigo? A espiritualidade franciscana que queremos levar aos leigos já está presente na Ordem Franciscana Secular. Queremos leigos no mundo, no século, com vocação franciscana, com espiritualidade franciscana. Sinto o convite a ser mais irmão menor, rompendo o clericalismo. E aqui lembro o artigo 60 das nossas Constituições Gerais: “Os Frades Menores tenham apreço à OFS, à Jufra, com particular cuidado promovam a recíproca vitalidade e mútua assistência para que seja grandemente impregnado, difundido o espírito franciscano no mundo, especialmente entre os jovens”, destacou.

Para ele, celebrar Santa Isabel é lembrar também profundamente da nossa Juventude Franciscana.”Juntamente com a Ordem Franciscana Secular são aqueles que buscam viver no mundo, no século, essa espiritualidade na qual foi confiada a nós, como diz o artigo 60 das Cosntituições Gerais, o cuidado para ajudá-los e nos ajudar a vivermos como irmãos menores. Buscando pôr em prática esse artigo 60, eu diria que, ao fazermos o redimensionamento, poderíamos continuar presente e fazer continuar presente o carisma franciscano nos lugares onde, por algum motivo, deixamos de estar, confiando este carisma à OFS. Deveríamos pensar nisso”, acrescentou.

E, por último, comentando a liturgia, citou que o Evangelho do juízo final (Mateus 25,31-46) que nos convida à solidariedade, a estarmos abertos para a necessidade do outro. “Mas eu ressalto o versículo 40. ‘Em verdade eu vos digo que todas as vezes que fizestes isso a um dos menores de meus irmãos, foi a mim que o fizestes!’ Aqui, neste texto, se faz presente o tema do nosso Capítulo e nossa identidade. Ser sempre menores com os menores, assumir não somente o serviço aos menores, mas sermos companheiros, sermos irmãos daqueles que mais sofrem, mas numa dimensão de igualdade. Não somos nem senhores, nem súditos, somos irmãos!”, completou.

NA SALA CAPITULAR
Após a Missa, nos reunimos na Sala Capitular para os trabalhos do dia. Frei Vitório assumiu a moderação do dia, com a missão de conduzir e dinamizar os trabalhos. Após a oração inicial foram acertados os compromissos segundo a agenda do dia. Em um primeiro momento, os capitulares se reuniriam em grupos para refletirem a parte do “JULGAR” do “Instrumento de Trabalho”. A partir desse texto e tendo presente as reflexões anteriores, os grupos deveriam apontar sugestões para a Formação Permanente na Província! Ficou acertado também que após a pausa para o cafezinho, procederíamos à eleição do Ministro Provincial, e na parte da tarde seria, então, o plenário dos grupos e as prévias para as eleições de Vigário e definidores.


Equipe de Comunicação do Capítulo: Frei Augusto Gabriel, Frei Clauzemir Makximovitz, Frei Gabriel Dellandrea e Moacir Beggo