Notícias - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

Benfeitores se encontram em Agudos para retiro anual

29/04/2018

Notícias

Érika Augusto

Agudos (SP) – Entre os dias 28 de abril e 1º de maio, os benfeitores do Pró-Vocações e Missões Franciscanas (PVF) se reúnem para a edição anual do Retiro dos Benfeitores. São quase 100 participantes, vindos dos cinco estados da Província da Imaculada Conceição, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraná e Santa Catarina, além de participantes de Minas Gerais, Mato Grosso e Amazonas. O Seminário Santo Antônio, em Agudos (SP), acolhe o encontro.

Na noite de sábado, 28, os benfeitores participaram de um bonito momento de adoração ao Santíssimo Sacramento, animado por Frei Alvaci Mendes da Luz, coordenador do PVF e Frei Alexandre Rohling, Frei Xandão, também da equipe do PVF. Na conclusão da oração, os frades fizeram a unção das mãos dos participantes, com um óleo trazido da Terra Santa, conforme ressaltou Frei Xandão.

Na manhã de domingo, 29, os benfeitores se uniram à comunidade local e aos membros da Ordem Franciscana Secular (OFS) de Agudos para juntos celebrarem a Eucaristia. Frei Alvaci presidiu a celebração. Em sua homilia, o frade destacou a importância de estar unido à vinha verdadeira, Jesus Cristo. “Hoje, em nossas comunidades, em nossas igrejas, é muito difícil ficar unido à vinha verdadeira. Os ramos, ao invés de produzir coisas boas, muitas vezes ficam falando uns dos outros. Por inveja, ciúme, ganância, não produzem coisas boas”, lamentou.

Frei Alvaci usou o exemplo de São Paulo, retratado na primeira leitura deste 5º domingo do Tempo da Páscoa. “Paulo é desacreditado dentro da própria comunidade que crê no Ressuscitado, é perseguido pelos de fora e os de dentro. Paulo ficou firme, permaneceu unido à videira. Ele tinha tudo para ‘chutar o balde’, mas decidiu ficar unido àquilo que era mais importante: Jesus Cristo”, ressaltou.

O frade animou os presentes a estarem sempre unidos ao tronco, Jesus Cristo, assim como São Paulo. “O mais importante é o tronco, não os ramos. Não desista de Jesus, sem Ele a gente não pode fazer nada”, concluiu Frei Alvaci.

Em seguida, Frei Xandão conduziu um momento orante com os benfeitores, onde cada um, com um palito e um pedaço de barbante, confeccionou uma pequena cruz. Durante a dinâmica, os presentes rezaram por suas intenções e suas “cruzes” pessoais e comunitárias. Durante a tarde os benfeitores tiveram um tempo de reflexão e descanso.

benfeitores_290418_2
No final do dia, todos participaram de um momento mariano, a oração do terço no meio da natureza, passando pelo cemitério do Seminário e terminando na gruta. Durante a oração, os benfeitores e frades recordaram as diversas intenções trazidas. Os benfeitores e frades falecidos também foram relembrados.

O encontro continua na manhã de segunda-feira, com o tema “O ano do laicato”. As palestras do dia serão conduzidas por Frei Fidêncio Vanboemmel, Ministro Provincial.