Carisma - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

Viver uma relação vital com Deus

franciscanamente_190418

 

A Cúria da Ordem dos Frades Menores publicou, em 2017,  um texto sob o título “Ite, nuntiate…  Diretrizes sobre as novas formas de vida e missão na Ordem dos Frades Menores”.  Os autores do texto, numa certa altura da reflexão, colocam condições para o sucesso de novas formas a serem implementadas.  Entre elas está a vida com Deus. Nossa reflexão é retomada, um pouco modificada, do documento.  Esse breve texto serve para todos os franciscanos que desejam afervorar-se e sair de vida rotineira de oração. São frases tão simples e, ao mesmo tempo, tão fundamentais para a saúde dos franciscanos. 

A vida com Deus está na base de tudo. É o coração de nossa vida de Frades Menores. É a linfa que nos nutre e que nos dá força para cada dia rever nossos relacionamentos fraternos. É a energia que acende o fogo da missão.

Viver em relação vital com Deus significa ter:

• Um coração generoso, terno, aberto e disponível, que se deixe traspassar pelo amor de Cristo e pelo amor dos próprios irmãos, em particular no relacionamento com os mais sofredores; um relacionamento amoroso com Deus misericordioso que repercute num frade que está em paz consigo mesmo e com os irmãos. A verdadeira paz que vem de Deus, o irmão só poderá comunica-la se ele mesmo estiver reconciliado. Assim se torna possível promover, no Espirito de Assis, uma cultura da “não violência”, da benevolência, da docilidade nas relações fraternas, do perdão e do respeito pela criação, para se tornar, segundo o Evangelho, um semeador e artífice da paz;

• Uma capacidade de não teimar nas próprias certezas, mas confiar no Senhor que cuida de nossas vidas. É o que alguns frades itinerantes já experimentam há alguns anos partindo sem dinheiro e sem saber com antecedência onde iriam dormir, confiando plenamente na Providência divina. Em cada uma de suas missões, lhes é possível ver como o Senhor se antecipa em cada ponto, velando por eles com grande bondade;

• Uma capacidade de saber descentrar-se para dar lugar a Cristo e de reconhecer que é efetivamente ele que conduz a missão e não o próprio frade. As competências de cada um são úteis e muitas vezes bem empregadas, mas é importante cuidar que elas não podem ser dissociadas do autor desses talentos recebidos;

• É reconhecer, em profundidade, em nível pessoal e comunitário que o autor de nossas vidas é o Senhor e Cristo e que somos animados pelo sopro de seu Espírito. A vida da Fraternidade e de cada um dos irmãos tem Cristo como fundamento primeiro de solidez e de coesão, e não as capacidades e qualidades pessoais deste ou daquele;

• Uma atenção regular, sincera e renovada à meditação da Palavra de Deus, ao silêncio e aos tempos de adoração, cuidando da Leitura orante da Palavra e vivendo com intensidade a Liturgia sempre com abertura para a evangelização;

• Um amor pela Igreja, seus santos e santas e, em particular pela Virgem Maria.

Frei Almir Guimarães

Download Premium WordPress Themes Free
Download WordPress Themes Free
Download WordPress Themes Free
Download WordPress Themes
udemy paid course free download
download huawei firmware
Premium WordPress Themes Download
udemy free download

Conteúdo Relacionado