Notícias - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

O início da missão de Frei Roberto

01/11/2012

Notícias

Moacir Beggo

São Paulo (SP) – No domingo dedicado às Missões, Frei Roberto Ishara iniciou o seu ministério presbiteral. Ordenado no sábado pelo bispo Dom Tomé Ferreira da Silva, Frei Roberto celebrou a Primeira Missa, às 9 horas, na Paróquia de São Francisco de Assis, na Vila Clementino, em São Paulo.

Ao seu lado, como concelebrantes, Frei Djalmo Fuck, e Frei Paulo César Ferreira da Silva e o diácono Frei André Luiz Henriques. Mas seus confrades marcaram presença, especialmente o Ministro Provincial, Frei Fidêncio Vanboemmel, os Definidores Frei Mário Tagliari e Frei César Külkamp. Além da comunidade paroquial da Vila, a comunidade do bairro do Mandaqui, em São Paulo, as comunidades da Rocinha, Rio de Janeiro, e de Petrópolis participaram deste momento de graça na vida de Frei Roberto.

Como é costume na Província Franciscana da Imaculada, o novo presbítero escolhe o pregador na Primeira Missa e Frei Roberto convidou Frei Paulo César Ferreira da Silva, orientador dos aspirantes no Seminário de Agudos, para fazer a homilia.

Segundo Frei Paulo, a amizade entre eles começou e se fortaleceu tendo um elo comum: a música. Frei Paulo, uma das mais belas vozes da Província, e Frei Roberto, no violão, passavam muito tempo cantando.

O pregador abraça Frei Roberto

Frei Paulo fez a sua reflexão deste domingo a partir dos textos bíblicos que apresentam o “Servo de Deus” (Isaías 53,10-11). “Como o Servo de Deus, você também, Frei Roberto, identificou-se com o Mistério da Compaixão de Deus. O sacerdócio é o ministério da compaixão e do serviço. Como sacerdote, você faz a entrega total de si mesmo pelo bem de todos, à semelhança de Cristo, disposto a “beber do cálice que ele bebeu e ser batizado com o seu batismo”, disse o pregador.

Segundo Frei Paulo, da Eucaristia aprendemos a fazer da vida uma oblação e a viver a liberdade para a qual o Senhor nos libertou. “Você é o que é, Frei Roberto, verdadeiro frade menor, por sua fé. Com o seu testemunho, com o seu apostolado, você transmite amor, porque ‘Deus é o amor com que amamos nosso irmão'”, acrescentou citando Santo Agostinho.

Frei Paulo lembrou que Frei Roberto escolheu o versículo 22 do Salmo 32, como seu lema de ordenação: “Sobre nós venha, Senhor, a vossa graça, pois em vós nós esperamos”.

“Como é bom, Frei Roberto, reconhecer em você a bondade de nosso Deus, que presta ouvido às súplicas dos que o invocam! Inspirado por essa confiança você, qual Servo de Deus, invoca a sua misericórdia sobre todos nós!”, completou Frei Paulo, que homenageou o novo presbítero cantando a música do Pe. Zezinho, “Dois riscos”.

Frei Roberto também foi homenageado pelos paroquianos, que apresentaram um vídeo com imagens de sua infância e de sua caminhada religiosa franciscana. Mais uma vez, ele agradeceu a todos pela dedicação durante o Tríduo, a ordenação e a Primeira Missa. E também não deixou de agradecer à sua família, que, segundo ele, foi a responsável por sua vocação. “Todos os anos nos reunimos num sítio, apesar dos sofrimentos e cruzes que toda família tem”, disse o novo presbítero.

Frei Djalmo também agradeceu a todos que participaram da celebração e citou especialmente Frei Pedro da Silva, o animador vocacional da Província, que preparou e conduziu todas as celebrações, e o pregador Frei Paulo.

Neste início de ministério presbiteral, Frei Roberto vai celebrar no bairro do Mandaqui, no próximo domingo, às 7 e 10 horas.

[nggallery id=251]