Vida Cristã - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

Solidariedade, paz e ressurreição

27/09/2008

Frei Hipólito Martendal

1. Uma revelação vem de Isaías (58, 1-11) – Vou transcrever os versículos 6-11, mas modificando a pontuação. Na forma afirmativa direta, causa maior impacto. “O jejum que eu prefiro é este: desatar os laços provenientes da maldade, desamarrar as correias do jugo, dar liberdade aos que estavam curvados, em suma, despedaçar todos os jugos. É partilhar o teu pão com o faminto. E ainda: os pobres sem abrigo, tu os albergarás. Se vires alguém nu, cobri-lo-ás: diante daquele que é a tua própria carne, não te recusarás. Então, tua luz despontará como a aurora e o teu restabelecimento se realizará bem depressa. Tua justiça caminhará diante de ti. E a Glória do Senhor será a tua retaguarda. Então, tu clamarás e o Senhor responderá, tu chamarás e Ele dirá: ‘Aqui estou’! Se eliminares de tua casa o jugo, o dedo acusador, a palavra maléfica, se cederes ao faminto o teu próprio bocado, tua luz se levantará nas trevas, tua escuridão será como o meio-dia. Sem cessar o Senhor te guiará”.
Eis aí uma das páginas mas belas e reveladoras das Sagradas Escrituras e que nos podem conduzir à compreensão das bases essenciais da vida cristã, de sua mística e dos mistérios da vida eterna. Vamos tentar esta estrada.

2. Entender as palavras básicas é indispensável para chegarmos a extrair do texto sua maior riqueza possível, aí revelada por Deus. Vejamos as palavras mais importantes.

LUZ – É a primeira das criaturas de Deus chamadas do nada à existência. Ela não é apenas uma onda descrita pela Física que impressiona os nossos olhos e é elaborada pela parte posterior do nosso cérebro e que nos permite ver. Na Bíblia, a luz é sinônimo de vida e alegria. Pode ser, muitas vezes, sinal da presença de Deus, como as nuvens luminosas do êxodo ou da transfiguração de Jesus. Então, luz é sinal da presença de Deus. Torna visível o caminho da vida.

JUSTIÇA – É outro termo fundamental para se entender a palavra de Deus. Em Gn 15,6 Abrão é considerado justo por Deus. Em nota explicativa da Bíblia TEB lê-se: “A justiça não é antes de tudo uma virtude moral. Ela implica uma concordância com a vontade de Deus… Ela se refere, portanto, a uma palavra de vida divina e dela decorre a vida e a prosperidade”. Em Mt 3,15 o termo Justiça significa fidelidade, nova e radical, à vontade de Deus. No entanto, no Dicionário Enciclopédico da Bíblia da Editora Vozes, quando se trata da justiça do homem, pode-se dizer: “… na sua plenitude, a noção de justiça do AT inclui toda a perfeição moral e religiosa” (p. 860).

GLÓRIA – É indispensável para entendermos o texto de Isaías acima citado. Em Êxodo 20,12 lemos: “Glorifica (honra) teu pai e tua mãe…”. A nota explicativa é a seguinte: “A glória de uma pessoa significa seu valor real. Glorificar alguém é dar-lhe toda sua importância. Glorificar os pais é reconhecer neles os instrumentos de Deus, fonte da vida”. Em Lv 9,6 glória é sinal, ou sinais, da presença de um Deus que não se poderia ver sem morrer.

3. O ser humano solidário é sinal da presença de Deus no mundo. A Campanha da Fraternidade 2005 nos incita à solidariedade. A solidariedade está descrita com toda a clareza no primeiro parágrafo deste artigo. Favor voltar agora à página 1 e reler o número 1. Você acabou de ouvir o profeta mais uma vez dizer que a “glória do Senhor será a tua retaguarda”. Ora, como acabamos de ver, glória do Senhor são sinais de sua presença, então, podemos concluir alguma coisa realmente reveladora, confortadora, capaz de enlouquecer alguém de felicidade, como São Francisco. Quando você se desdobra em cuidados para socorrer as necessidades, as deficiências de qualquer natureza, de qualquer ser humano, bom ou mau, santo ou o pior pecador, amigo ou inimigo, não importa, e Deus se coloca atrás de você, com todo o seu poder, grandeza e amor. Eu ousaria dizer que Ele o faz com toda a sua ternura, doçura e encantamento, porque na solidariedade Dele, Ele reconhece você como alguém que concretizou seu sonho, o de criar um ser capaz de tornar-se espelho, onde Ele, Deus, pode ver refletida a sua imagem. E Deus reconhece você como alguém semelhante a Ele.

4. “À frente de quem serve seu irmão, caminha sua justiça”. Favor reler agora, acima, o conteúdo do subtítulo justiça. Você fixou bem que, a noção de justiça “inclui toda a perfeição moral e religiosa”.
Feito isso é fácil pensar que a mulher e o homem solidários desenvolvem uma espécie de aura de boa fama, de renome, de santidade, da própria luz da presença divina, que os precede aonde quer que vão. Impossível imaginar a chegada de Teresa de Calcutá ou de São Francisco, anunciada sem esta onda benéfica de admiração e encantamento os precedendo. No dizer de Isaías é a luz deles a brilhar nas trevas. Agora, entendo melhor porque Jesus disse que “vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada no monte” (Mt 5,14). A luz da pessoa solidária não pode ser escondida!
5. Páscoa de Jesus – É a realização de tudo isso na pessoa de Jesus histórico, da cruz à ressurreição. Alguém afirmou, com a lucidez de quem porta o espírito do Senhor, que na cruz Deus se define a si mesmo na sua essência para os humanos. DEUS É AMOR.
Por isso, Jesus afirmou em Jo 8, 28: “Quando tiverdes elevado o Filho do Homem, conhecereis que ‘Eu Sou'”. Elevado na cruz, Jesus se dá a conhecer no seu amor e na sua divindade e aí começa a sua glorificação. Só pela vivência total do AMOR-ENTREGA aos humanos, Jesus está pronto para a ressurreição. São Paulo afirma que pela ressurreição de Jesus, nós nos transformamos e somos justificados diante de Deus (Rm 4,25).

6. Como conclusão, voltamos agora ao ser humano solidário. No amor-serviço você torna Deus presente em você e você se torna luz de Deus a brilhar. Você se torna irmão do Cristo. Os elementos que levaram Jesus à ressurreição e à plenitude de sua Glória junto ao Pai se fazem presentes junto a você, quando você é solidário e constrói a paz à sua volta. Isto é vivência do reinado de Deus. Atos de solidariedade e paz são seus germes de imortalidade, vindos do Deus da VIDA. Você já está em pleno processo de ressurreição. “Pai, quero que, lá onde eu estiver, os que me deste estejam também comigo e que contemplem a GLÓRIA que me destes” (Jo 17, 24). Tudo começou em seu primeiro gesto de solidariedade consciente.

Download WordPress Themes Free
Download Best WordPress Themes Free Download
Download WordPress Themes Free
Download WordPress Themes
udemy free download
download huawei firmware
Download Best WordPress Themes Free Download
free download udemy course

Conteúdo Relacionado