Quem somos - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

Taciano Stenzel

* 09.08.1911               †10.09.2007

Aos 96 anos de idade, faleceu às 18h30, na UTI do Hospital da Venerável Ordem Terceira de São Francisco da Penitência, no Rio de Janeiro, o segundo confrade mais idoso da Província, Frei Taciano Stenzel, em conseqüência de falência múltipla dos órgãos. Já durante a madrugada o quadro agravou-se até a agonia.

Hospitalizado desde o dia 28 de julho, esteve todo o tempo na UTI, entubado e sedado, mas reconhecia as pessoas e, em algumas vezes, respondia às perguntas. Já no dia 13 de junho, durante a festa de Santo Antônio, ao dirigir-se à igreja para a concelebração, passou mal.

No dia de seu aniversário, em 9 de agosto, foi submetido a uma traqueotomia para retirada de água e secreção dos pulmões, o que se prolongou por quase uma semana. Até antes de sua hospitalização, concelebrava diariamente, em cadeira de rodas, sempre assistido por dois enfermeiros que cuidaram dele nesta fase final. Está sendo velado na igreja e as missas das 7 e 8 horas, já foram celebradas diante de seu esquife. A missa exequial foi celebrada às 9h00, presidida por Frei Clarêncio Neotti, pois o guardião está em viagem no sul, seguida do seu sepultamento no jazigo conventual.

O Frade Menor

– Homem silencioso, comedido, observador atento das coisas e situações. Viveu uma piedade e espiritualidade simples, constante e profunda. Não era de chamar a atenção por grandes qualidades ou talentos especiais. Mas, em tudo, vivia com serenidade e simplicidade de frade menor, sobretudo a dimensão da pobreza.

– Foi um missionário exemplar, dedicando toda sua juventude e grande parte do ministério sacerdotal, nos locais distantes e afastados onde os frades só chegavam no lombo dos cavalos e mulas. Daí nasceu seu grande amor e interesse pela natureza. Gostava de observar e cuidar dos pássaros e aves silvestres e das plantas nativas das matas. Na floresta ao redor do Convento da Penha, passava quase todos os seus momentos de folga.

– Estudioso e leitor assíduo, tinha interesse grande pela história local de onde vivia. Foi um autêntico historiador autodidata. Como poucos, conhecia a história dos nossos antigos conventos.

– Porém, talvez o seu traço mais marcante, seja a disponibilidade e a constância na vida de oração e no atendimento das confissões, mesmo com todas as suas limitações de saúde nos últimos tempos. Nele, aquelas duas dimensões tão marcantes em São Francisco – o amor à natureza e a vida contemplativa – estiveram em harmonia e integradas numa vida fecunda e coerente.

Dados Pessoais e formação

Nascimento em Otto-Langendorf (Silésia) aos 09.08.1911.
No batismo recebeu o nome de Theodor.
• 1927 – Seminário de Garnstock, Bélgica.
• 11.05.1928 – Chegada ao Brasil – Seminário de Rio Negro, PR até 1929.
• 21.01.1930 – Vestição e ano de noviciado, em Rodeio, SC (77 anos de vida franciscana).
• 21.01.1931 – Primeira profissão religiosa.
• 1931 a 05.02.1932 – Estudos iniciais de Filosofia, em Rodeio.
• 1932 a 25.01.1934 – continuação dos estudos de Filosofia, em Curitiba, PR.
• 22.01.1934 – Profissão solene dos votos perpétuos na Ordem Franciscana.
• 1934 a outubro de 1936 – Estudos de Teologia, em Petrópolis, RJ.
• 01.05.1935 – Ordenação diaconal.
• 30.11.1935 – Ordenação presbiteral (72 anos de ministério presbiteral).

Atividades

• 1937-1940 – Vigário paroquial, Guardião e Pároco, em Angelina, SC.
• 1941-1944 – Vigário paroquial, em Curitibanos, SC.
• 1945-1958 – Vigário paroquial, em Rodeio, SC.
• 1959 – Discreto e bibliotecário, em Concórdia, SC.
• 1960 (de fevereiro a novembro) – Discreto, em Sorocaba-Santa Rita, SP.
• Dezembro 1960 a janeiro 1963 – Discreto, em Chapecó, SC.
• Fevereiro 1963 a dezembro 1976 – Vigário paróquia em Coronel Freitas, SC. Neste período, após a transferência de Frei Hugolino Becker, foi Diretor Geral das Irmãs Catequistas, em Rodeio.
• 1977-1979 – Atendimento conventual e Confessor, Convento da Penha, ES.
• 1980-1981 – Vigário paroquial em São Lourenço, MG.
• 1982 – Atendimento conventual e confessor no Seminário Frei Galvão, em Guaratinguetá, SP.
• 1983-1991 – Atendimento conventual e Confessor, Convento da Penha, ES.
• 1992 – Vigário paroquial em Quissamã, RJ.
• 1992-2007 – Tratamento, confessor e atendimento conventual no Convento Santo Antônio, no Rio de Janeiro-RJ. Nos últimos anos, mesmo em cadeira de rodas, foi nomeado pelo Arcebispo de Niterói, D. Alano Maria Pena, assistente espiritual da Associação das Almas Pequenas, trazida para o Brasil por Frei Otávio Schneider. Atendia as confissões e dava assistência espiritual aos membros da associação que vinham pessoalmente à sua cela.

Download Premium WordPress Themes Free
Premium WordPress Themes Download
Download WordPress Themes Free
Download Premium WordPress Themes Free
download udemy paid course for free
download micromax firmware
Free Download WordPress Themes
udemy free download
ACESSE A LISTA COMPLETA DE FRADES FALECIDOS