Quem somos - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

Nilton Steckert

+10/06/2015    * 09/03/1951

nilton_10Faleceu às 4h10, desta quarta-feira, 10 de junho, Frei Nilton W. Steckert, no Hospital Senhor Bom Jesus, de Ituporanga, onde estava internado deste o dia 7 de junho. As causas da morte apontadas pelo médico são: septicemia, choque séptico, enfisema pulmonar, broncopneumonia e diabetes. O velório será realizado na Igreja Matriz Santo Estêvão, em Ituporanga, a partir das 9h00. A missa das exéquias será amanhã, quinta-feira, 11 de junho, às 9h00.

Santistas lamentam
o falecimento de Frei Nilton

Os paroquianos do Santuário do Valongo, onde Frei Nilton residiu de 2010 até 2012, sentiram muito o falecimento deste frade. Alguns ainda perguntavam na secretaria quando o frade voltaria para Santos.

“A passagem dele aqui foi marcante, especialmente pela sua dedicação e o jeito carinhoso com que atendia as pessoas, a ponto de fazerem filas e marcar horários. Era uma marca pessoal dele, pois ele fazia imposição das mãos e as pessoas davam testemunho que se sentiam muito bem. Como confrade, ele não era de muita conversa. Era bastante reservado, gostava muito de fazer suas leituras e estudos no quarto. Um defeito dele é que não se importava muito com sua saúde, o que sempre preocupava quem o acompanhava”, revelou Frei André Becker, reitor do Santuário do Valongo e que conviveu com ele durante a sua passagem por esta Fraternidade.

“Ele era assim mesmo, muito querido pelas pessoas. Para ele, o povo tinha preferência e não media esforços para atender bem seus paroquianos. Ele esquecia dele para atender as pessoas, essa é a verdade. Às vezes, a gente via ele muito sobrecarregado, mas mesmo assim ele ia até o fim. Aqui, posso dizer com certeza, ele faz muita falta. Quando ele ficou doente – os frades estavam em reunião fora de Santos – e eu o levei para o hospital. Quando chegamos na Unimed, todo mundo sabia quem era o Frei Nilton. Nunca esqueço o dia que cheguei me sentindo mal e ele me chamou para um canto e disse: “vai cuidar de sua pressão. E era isso mesmo!”. A verdade é que ele gostava de cuidar das pessoas, mas ele não se cuidava, infelizmente”, disse Valdelice dos Santos Silva.

 DADOS PESSOAIS E FORMAÇÃO

Nascimento – 09.03.1951 (64 anos de idade)
Natural de Forquilhinha, SC
20.01.1981 – Admissão ao Noviciado, em Rodeio, SC
20.01.1982 – Primeira Profissão, em Rodeio, SC. (33 anos de Vida Franciscana)
02.08.1985 – Profissão Solene
13.12.1986 – Ordenação Diaconal
31.12.1987 – Ordenação Presbiteral; (27 anos de Sacerdócio)
13.12.1987 – Guaratinguetá (Sevoa), estágio pastoral
21.01.1989 – Canoinhas – vigário da casa e vigário paroquial
06.12.1990 – Blumenau – vigário paroquial
18.01.1992 – Angelina – guardião e pároco
29.11.1997 – Concórdia – vigário paroquial; ecônomo da fraternidade (2001); assistente da Fraternidade OFS (2002)
07.11.2003 – Forquilhinha – coordenador da Fraternidade e pároco
11.04.2005 – Secretário do Secretariado da Evangelização (até o Capítulo de 2006)
17.12.2009 – Petrópolis – Sagrado – atendente conventual e curso Master de Evangelização
08.07.2010 – Santos – vigário paroquial
12.12.2012 – Ituporanga – vigário paroquial

Para Rosa Maria Ribeiro da Silva, Frei Nilton deixou saudades desde que foi transferido do Valongo para Ituporanga (SC). “E agora para um lar definitivo no céu. Enquanto esteve aqui, foi sempre muito querido e procurado para atendimento de confissões e aconselhamentos. Queria salvar não só vidas, mas almas.
Deixará saudades, pois se doou pelo povo de Deus”.

Para Patrícia de Souza Soares, que trabalha na secretaria do Santuário, ele foi um frade “muito zeloso e humano”.

“Era um irmão e um grande amigo”, assim definiu Frei Nilton o português Adriano Lobão. “Eu o conheci logo que chegou aqui, quando um dia eu me confessei com ele e pedi-lhe um conselho. Foi então que percebi que ele tinha uma visão muito grande do ser humano. Eu o convidei para almoçar em casa e, desde então, ele se tornou da família”, disse o sr. Adriano, revelando que o frade gostava de cozinhar, especialmente de preparar um bom peixe.

Adriano estava esperando ele tirar férias para voltar a Santos. “Sempre trocávamos mensagens com ele, mas depois que sua
mãe faleceu, ficou mais difícil falar com ele”, disse, lamentando
sua morte. “Ele era um pastor verdadeiro. Além disso, tinha um coração maior do que seu físico. Acho que precisamos de bons pastores como ele, que se doam, como o Papa Francisco disse ‘pastores com cheiro de ovelhas’”, acredita Adriano, que é
vicentino e está de viagem marcada para Portugal. “Vou passear, minha terra é aqui, onde criei raízes”.

No facebook, onde tinha uma página são muitas as
mensagens de carinho ao frade:

“Hoje, o dia amanheceu mais triste com a notícia do falecimento de Frei Nilton Steckert. Nessas horas não sabemos o que pensar, o que falar, obrigada Frei Nilton Frei Steckert pela sua amizade e suas bênçãos, descanse em paz! Paz e Bem! saudades!”, escreveu lda Gilbram.

“Meu querido Frei Nilton Steckert, nunca vou lhe esquecer. Sua bondade e fraternidade ficarão marcadas em meu coração para sempre. Paz e Bem!”, escreveu Cleide Vannucci.

Frade menor

Frei Nilton vem de família luterana. O pai faleceu com 22 anos. A mãe e os 4 filhos tornaram-se então católicos. Já tinha mais de 20 anos quando iniciou os estudos em Agudos. Seu hobby preferido era pescar. No seu ministério sacerdotal, Frei Nilton tinha grande zelo pastoral e atendia com cuidado as pessoas. Conheci-o quando ainda seminarista. Por ter mais idade, o víamos como um irmão mais velho.
Que o Senhor de misericórdia acolha entre seus eleitos o bondoso Frei Nilton.

R.I.P

Free Download WordPress Themes
Download WordPress Themes
Download Nulled WordPress Themes
Download Nulled WordPress Themes
ZG93bmxvYWQgbHluZGEgY291cnNlIGZyZWU=
download samsung firmware
Premium WordPress Themes Download
free download udemy course
ACESSE A LISTA COMPLETA DE FRADES FALECIDOS