Quem somos - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

Fábio Panini

* 04.11.1929     †19.03.2009

Conforme comunicação e relatos de Frei Jacir Zolet e Frei Fernando Araújo, faleceu por volta das 5h15 da manhã de hoje, dia 19/03, no Hospital da Venerável Ordem Terceira da Penitência de São Francisco (VOT), no Rio de Janeiro, o nosso confrade Frei Fábio Panini, internado desde o dia 11 de fevereiro para exames gerais em vista das múltiplas complicações de seu quadro: complicações vasculares, respiratórias, renais e ortopédicas (coluna). Recebeu o implante de stent de 12 cm numa das veias da perna, tal o grau de obstrução. Na ocasião, permaneceu quatro dias na UTI.

Após a recuperação, iniciou as sessões diárias de hemodiálise, durante o período de um mês. A partir da segunda-feira, 16, passou a ter picos na pressão arterial durante a hemodiálise, com grande risco de morte. Retornou, então, à UTI e, no dia de ontem, a sessão de hemodiálise demorou 6 horas. Durante a noite e a madrugada de hoje o quadro agravou-se para uma miocardia isquêmica, vindo a falecer em conseqüência de insuficiência respiratória.

Seu corpo será transladado, às 16 horas, para a capela do ITF, em Petrópolis, quando será velado a partir das 18 horas. Às 10 horas do dia 20, será celebrada a missa exequial na mesma capela, seguida pelo sepultamento no jazigo franciscano anexo ao Convento do Sagrado Coração de Jesus.

O Frade Menor

• Desde o seu trabalho na CRB Nacional, Frei Fábio assessorou e acompanhou todo o processo que culminou com o término das atividades da obra social “Casa Nossa Senhora da Paz”, em Ipanema, RJ, com a subseqüente transação de transferência para a Província das antigas faculdades que deram origem à Universidade São Francisco. Nestes 26 anos, junto de Frei Constâncio Nogara (+ 2002), foram os principais responsáveis pelo longo processo de reconstrução do complexo educacional.

• Simultaneamente, na mesma medida da complexidade e das dimensões gigantescas dessa empreitada, tanto Frei Fábio como Frei Constâncio, foram, literalmente, consumindo saúde e energias. Frei Fábio passou a viver sob o efeitos de medicação permanente para o problema crônico de insônia. É possível, talvez distantemente, avaliar o nível de tensão e preocupação que viveram. No entanto, a Universidade firmou-se e adquiriu credibilidade no cenário nacional.

• No entanto, esse cenário não determinou, de forma cabal e negativa, a dimensão religiosa e sacerdotal de Frei Fábio. Em meio ao ‘turbilhão da batalha’ ainda achava tempo e criava condições para dar assistência jurídica e religiosa a inúmeras congregações religiosas femininas.

• A mesma dedicação e zelo tinha pelo cultivo e acompanhamento dos vocacionados. Frei Pedro Galdino de Oliveira e Frei José Francisco de Cássia dos Santos são frutos do seu zelo pessoal. É bem seguro dizer que Frei Fábio tinha uma fonte fecunda e inesgotável que o sustentou durante toda a sua vida: a Imaculada Conceição e o Beato João Duns Scotus, aos quais dedicou toda a sua vida de estudos e de trabalho.

• Nos últimos anos, retornou a essa fonte no trabalho de edição da monumental obra teológica e espiritual de Frei Constantino Koser, seu mestre e antecessor no mesmo caminho de vida. Outra obra iniciada e não concluída, porque nos desígnios do Sumo Bem foi chamado à plena visão do grande e amoroso Mistério que ele estudou e a que serviu como franciscano. R.I.P.

Dados Pessoais e Formação

04.11.1929 – Nascimento, em Rodeio, SC (79 anos)
Nome de batismo: “Serafino”.
Filho caçula dos 12 irmãos do casal Luiz Panini e Anna Moser Panini.
Batizado no dia seguinte ao seu nascimento, por Frei Bruno Linden, de quem também recebeu a primeira eucaristia, aos 5 anos de idade.

Atividades na Evangelização e Pastoral

1941-1942 – Ingresso e primeiros estudos no Seminário São João Batista, em Luzerna, SC.
1943-1949 – Estudos no Seminário São Luiz de Tolosa, em Rio Negro, PR.
19.12.1949 – Admissão (vestição) ao Noviciado Franciscano, em Rodeio, SC.
20.12.1950 – Primeira profissão dos votos temporários, ao término do noviciado, Rodeio (58 anos de vida franciscana).
1951-1952 – Estudos de Filosofia, em Curitiba, PR.
20.12.1953 – Profissão solene dos votos perpétuos na Ordem Franciscana.
1953-1957 – Estudos de Teologia, em Petrópolis, RJ.
21.12.1955 – Ordenação diaconal.
02.07.1956 – Ordenação presbiteral (52 anos de ministério sacerdotal).
julho/1957-1962 – Estudos de especialização e doutorado em Direito Canônico, Roma, Itália.
1963-1972 – Professor de Direito Canônico no Instituto Teológico Franciscano, Petrópolis.
1973-março/1976 – Assessor jurídico da CRB Nacional, Rio de Janeiro, RJ, residindo no Convento de Santo Antônio.
abril/1976-julho/2002 – Diretor jurídico das Faculdades Franciscanas de Bragança Paulista, SP e assessor no processo de regularização legal dos cursos; posteriormente, na criação da Universidade São Francisco.
agosto/2002-2004 – Vigário paroquial, Vigário da Casa da Fraternidade N. Sra. do Amparo, em São Sebastião, SP.
2005-2009 – a serviço do ITF, em Petrópolis, na coordenação do “PROJETO FREI CONSTANTINO KOSER”, para a edição e publicação dos escritos do ex-Ministro Geral da Ordem

Premium WordPress Themes Download
Download Premium WordPress Themes Free
Free Download WordPress Themes
Download Nulled WordPress Themes
download udemy paid course for free
download xiomi firmware
Download WordPress Themes Free
online free course
ACESSE A LISTA COMPLETA DE FRADES FALECIDOS