Vida Cristã - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

São Judas Tadeu: o impossível e as mentiras do Presidente!

27/10/2021

                                                                                                         Imagem: El Greco (Wikimedia Commons)

Frei Jacir de Freitas Faria [1]

Muito popular no Brasil, São Judas Tadeu é celebrado no dia 28 de outubro. Considerado o santo das causas perdidas e impossíveis de serem realizadas, como foi o caso do Flamengo na década de 1950. Há muitos anos, ele não ganhava um campeonato no Rio de Janeiro. Por causa da intercessão de São Judas Tadeu, a pedido de um padre, o Flamengo sagrou-se tricampeão, o que rendeu ao santo o título de padroeiro do clube. Será que a prece a São Judas vai ajudar o Galo a ser campeão brasileiro, depois de cinquenta anos? Será que São Judas também não poderia dar uma ajudinha para o Cruzeiro voltar para a Primeira Divisão? Muitas igrejas levam o nome de São Judas Tadeu. Nelas, a frequência de fiéis é alta e a ajuda financeira também. Será por que a escolha dele como padroeiro? Quem foi São Judas Tadeu? Quais são as causas perdidas e impossíveis em nossos dias?

O penúltimo apóstolo escolhido por Jesus foi Judas Tadeu, irmão de Tiago Menor (Lc 6,16; Mt 10,3; Mc 3,18), mas também considerado pela tradição como irmão de Jesus ou do Senhor (Mc 6,3), visto que o seu pai, Alfeu ou Cleofas, o discípulo, ao qual Jesus ressuscitado apareceu a caminho de Emaús, era irmão de José, o esposo de Maria. Já a mãe de Judas Tadeu, Maria de Cleofas, era prima de Maria, a mãe de Jesus.

Cumprindo a missão dada por Jesus, a de ser apóstolo, Judas Tadeu evangelizou a Mesopotâmia, a Síria, a Arménia e a Pérsia, atual Irã, onde se teria encontrado com Simão, que, antes, estava pregando no Egito. Juntos expulsaram demônios, curaram doentes, fundaram comunidades, consagraram Abdias como bispo etc. Os seus atos apostólicos se encontram registrados no apócrifo Memórias apostólicas de Abdias ou Atos apócrifos dos Apóstolos[2]

Segundo tradição apócrifa, Judas Tadeu, assim como Simão, foi martirizado a golpes de bastões, machados e lanças a mando de sacerdotes da religião persa, no dia 28 de outubro do ano 70, por isso, na sua imagem tem um machado nas mãos. Foi Santa Brígida da Suécia (1303-1373) que propagou a devoção a São Judas Tadeu como santo das causas perdidas, desesperadas e difíceis de serem resolvidas. Jesus lhe teria aparecido e aconselhado a invocar São Judas Tadeu para resolver os seus problemas. São Judas Tadeu é também considerado padroeiro dos hospitais. Por isso, diante de doenças incuráveis, recorre-se a São Judas Tadeu.

Para além de toda a devoção a São Judas Tadeu, o que significa hoje uma causa impossível? Estamos num mundo dividido, marcado pelo ódio, pela violência, por governos que fazem o impossível para enganar o povo. Impossível é não ver um devoto barganhando favores celestiais para saldar dívidas financeiras. Impossível é não seguir o evangelho na sua essência. Impossível é não ficar calado diante da morte genocida, do enganador que mente para não perder o poder e impedir a vacinação contra a Covid 19, que, comprovadamente, barrou as mortes. Que absurdo! Vacina desenvolve o HIV, o vírus que causa a Aids.

Impossível é não ficar calado diante da pobreza que assola. Impossível é a falta de profetismo de igrejas que se aliam aos poderosos para tirar benefícios financeiros e políticos. Impossível é não perceber que a Igreja está longe de sua origem profética.

Valei-nos São Judas, pois não está sendo fácil conviver com o (des)governo de um Presidente que vive de besteirol, desdenhando a dor humana, numa verdadeira ditadura da imbecilidade. Uma novela chamada “Mentira”, onde a cena do próximo capítulo é a mesma de ontem. Ajude-nos, São Judas Tadeu a mudar o rumo de nossa história. A causa da esperança não está perdida! Ainda que vale a intuição da pensadora alemã e filha de família judia, Hannah Arendt (1906-1975): “Vivemos tempos sombrios, onde as piores pessoas perderam o medo e as melhores perderam a esperança”. A transformação de pessoas e sociedade, com certeza, nos devolverá a esperança perdida. Isso não é impossível.


[1]Doutor em Teologia Bíblica pela Faje (BH). Mestre em Ciências Bíblicas (Exegese) pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma. Professor de Exegese Bíblica. É membro da Associação Brasileira de Pesquisa Bíblica (ABIB). Sacerdote Franciscano. Autor de dez livros e coautor de quinze. Youtube: Frei Jacir Bíblia e Apocrifos. https://www.youtube.com/channel/UCwbSE97jnR6jQwHRigX1KlQ

[2] FARIA, Jacir de Freitas. A Vida Secreta dos Apóstolos e Apóstolas: à Luz dos Atos Apócrifos. Petrópolis: Vozes, 2005. 326p.

Free Download WordPress Themes
Download Premium WordPress Themes Free
Download WordPress Themes Free
Download Premium WordPress Themes Free
free download udemy paid course
download intex firmware
Premium WordPress Themes Download
free online course