Vocacional - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

Convento São Boaventura promove encontro ecumênico

15/05/2016


Frei Zilmar Augusto Moreira de Oliveira, ofm

A Fraternidade Franciscana São Boaventura viveu hoje (14/05) dois ricos momentos às vésperas da Solenidade de Pentecostes: A Oração Ecumênica e a Vigília de Pentecostes.

Pela manhã, toda a Fraternidade se reuniu para uma Oração Ecumênica. Este momento foi enriquecido com presença fraterna de irmãos cristãos de outras duas denominações: o Padre Simão Nassry, da Igreja Ortodoxa, e da Pastora Érica Checkan, da Igreja Batista. Foi um momento verdadeiramente belo e fraterno de unidade cristã.

A celebração iniciou com a entoação do belo canto de invocação do Espírito Santo. Frei Jean Carlos Ajluni Oliveira, anfitrião desse momento, ressaltou que “unidade não é uniformidade, não é usar vestes iguais, não é cantar os mesmos cantos, rezar as mesmas orações, mas é justamente reconhecer o Deus que se manifesta de diferentes modos, em gestos, cantos, orações e expressões diferentes”. Assim motivados, todos recitamos e meditamos o salmo 133: “Oh como é bom e agradável os irmãos viverem juntos, sempre unidos”.

O ápice deste encontro foi o momento da partilha da Palavra de Deus, quando cada líder religioso pôde deixar sua mensagem de unidade. O Evangelho, um trecho extraído de São João 15, 9-17, foi proclamado pelo Padre Simão. Iniciado o momento da partilha da Palavra de Deus, Padre Simão chamou-nos a atenção para o amor: “Existem quatro tipos de Amor: o amor do Pai para com o Filho; o Amor do Filho para com o Pai; o Amor de Jesus para conosco e o nosso Amor para com Jesus Cristo. Assim, o Amor não é só carinho! Às vezes eu escuto alguém falando ao telefone: ‘Até mais, Padre! Beijo!’. Isso não é amor. Isso é emoção, uma amostra de carinho. O amor verdadeiro é aquele que Jesus nos dá em sua Palavra. Sem amar-nos, como Jesus Cristo, é impossível que nossa Igreja viva unida”, frisou. E falando sobre alguns felizes sinais da união entre alguns cristãos, principalmente devido a triste realidade dos cristãos na Síria, disse: “Nós estamos nos unindo não porque estamos com medo do Estado Islâmico, mas para respeitar a Palavra de Amor de Jesus. Quem sabe, no futuro, não precisaremos fazer uma reunião para unir a Igreja de Cristo, pois a Igreja já estará unida”.

A Pastora Érica, inspirada no Evangelho Proclamado, fez uma linda, emocionante e comovente oração, pedindo perdão pela falta de unidade de muitos cristãos. Confira a mensagem na íntegra: “Obrigado, Jesus, porque o Senhor nos trouxe aqui para este tempo de partilha, oração. Obrigado, Senhor, por mais uma vez colocar-nos diante da dificuldade de amar como o Senhor ama. De modo especial, ouvindo que ‘o sol cai sobre os justos e injustos’, de que o Senhor não separa a luz e o calor para alguns, que o Senhor não reage conforme nossa indiferença… Senhor, eu quero te pedir perdão, porque nós não amamos assim. Nós vamos nos identificando com aquele que gostamos e, em vez de construirmos pontes, nós vamos construindo muros, dentro de casa, com os mais próximos de nossa família, na comunidade de fé, tão fragmentada… E quando nós nos reunimos aqui, como hoje, isso parece tão exceção, o que deveria ser nossa prática. Eu quero te pedir perdão! Perdão porque, em algum momento da história, nós não mantivemos o que os nossos irmãos da Igreja primitiva viveram…Eles tinham tudo em comum; eles repartiam o pão; eles estavam juntos na partilha, na casa e no templo. E a cada dia o Senhor acrescentava os que eram salvos. Ó Deus, faz isso de volta aqui! Na nossa geração, que os nossos filhos possam comungar juntos; que os nossos netos tenham a oportunidade da partilha da tua Palavra! Muito obrigado por esta fraternidade que faz esse movimento! Ó Deus, eu ainda não sei amar como tu ama. Me ensina amar os outros irmãos de confissão cristã. Deposito estas lágrimas no teu Altar, na certeza de que elas poderão regar sementes de esperança, sementes de unidade. Que toda Igreja se levante com os pés calçada na promoção do Evangelho da Paz; que a sua Igreja se levante servindo a todos. Por favor, Deus, derrama sobre nós um novo sopro do Espírito de teu Amor. Amém”!, suplicou a Pastora.

Após esse momento orante ao redor da Palavra de Deus, rezamos juntos por todos os cristãos com a oração do Pai Nosso, que foi rezada de acordo com a versão e língua de cada comunidade cristã presente.

A Oração Ecumênica terminou com o gesto da saudação da paz de Cristo entre todos os presentes. Louvamos e agradecemos ao Pai, que em Seu Filho Jesus nos enviou o seu Espírito Santo e nos fez uma só comunidade, ao redor do altar, partilhando a Palavra e rezando na mesma intenção: pela unidade de todos os cristãos.

O dia terminou com a bonita e bem preparada Celebração da Vigília Pentecostal, reunindo além dos confrades, também alguns fiéis amigos que sempre celebram conosco. Neste espírito que suplica ao Pai o Consolado, peçamos como no Hino das Vésperas de Pentecostes: “Oh vinde, Espírito Criador, as nossas almas visitai e enchei os nossos corações com vossos dons celestiais”.

 
CONFIRA ABAIXO AS ENTREVISTAS EM VÍDEO
Premium WordPress Themes Download
Free Download WordPress Themes
Download Premium WordPress Themes Free
Download WordPress Themes Free
lynda course free download
download lava firmware
Download WordPress Themes Free
download udemy paid course for free