Trezena começa com honras militares para Santo Antônio

31/05/2023

A Marinha do Brasil preparou uma homenagem de gala a Santo Antônio na abertura da Trezena 2023. A imagem peregrina, portando o bastão de guerra entregue a Santo Antônio ainda no tempo do Império, deixou o Convento às 8h30, levada em carro aberto, com cortejo acompanhado pelos batedores dos Fuzileiros Navais, parando o trânsito em todo o Centro do Rio de Janeiro. Foi recebido com todas as honras de oficial superior em frente à tradicional Fortaleza de São José, com toque de corneta e com os militares perfilados para a devida continência. Estavam presentes o Comandante Geral dos Fuzileiros Navais, Almirante Carlos Chagas Vianna Braga, além de outros oficiais e praças.  Acompanharam o cortejo o Guardião do Convento, Frei Walter Ferreira Junior, juntamente com os outros frades da Fraternidade e com o pregador da Trezena, Frei Gabriel Dellandrea, além de um grupo de colaboradores e voluntários do Convento.

No local, a céu aberto ameaçando chuva, foi celebrada a missa da Festa da Visitação de Nossa Senhora, presidida pelo Guardião do Convento e concelebrada pelos frades e pelos Capelães Militares da Marinha. A homilia foi proferida pelo Capelão Chefe, o franciscano Frei Odécio Lima de Souza. “Hoje é Festa da Visitação de Nossa Senhora. E estamos recebendo aqui em nossa Fortaleza a visita de Santo Antônio. Ele vem nos trazer a paz, a esperança e a bênção”, ressaltou Frei Odécio. A música da liturgia ficou a cargo da Orquestra Sinfônica e do Coral dos Fuzileiros que conferiram ainda mais solenidade ao momento celebrativo.

(toque nas imagens menores para ampliá-las)

Ao final da cerimônia, portando a Relíquia de Santo Antônio, os frades pediram a bênção de Deus por intercessão do Santo para a Fortaleza, para os militares e trabalhadores civis da Marinha e seus familiares e para a cidade do Rio de Janeiro, diante da privilegiada vista da Bahia da Guanabara que a Fortaleza de São José oferece. Houve também a bênção e a distribuição dos tradicionais pãezinhos e a aspersão da água abençoada por toda a frente da Fortaleza. Na despedida, as mesmas honras oficiais e, pela frente, um longo caminho a ser percorrido pela imagem peregrina e pelos frades.

Percurso pelo Arsenal teve bênção especial para cada Navio

Dando continuidade à visita, Santo Antônio passou diante de quase todos os navios atracados no Arsenal da Ilha das Cobras. Diante de cada um deles, a tripulação a postos com a bandeira da embarcação, pronta para receber a bênção do visitante. Quando chegou ao Navio-Aeródromo Atlântico, o principal da Esquadra Brasileira, a comitiva subiu pela prancha de bordo e lá houve mais uma cerimônia solene de bênção, com recepção do Comandante, o Capitão de Mar e Guerra Mozart Junqueira Ribeiro e toda a tripulação. O cortejo seguiu ainda com uma última parada para a Bênção na Sede do 1º Distrito Naval.

 

A volta para o Convento e a Missa de Abertura da Trezena

Com um pouco de atraso, às 12h05, a comitiva saiu em direção ao Convento Santo Antônio, onde a banda já animava os fiéis e anunciava o clima de Festa. O andor, conduzido por fuzileiros em traje de gala, chegou por conta de 12h20 e, às 12h30, com meia hora de atraso, teve início a missa de abertura da Trezena, com a Igreja do Convento lotada. Apesar da hora adiantada, o clima era de contentamento, gratidão e prece na celebração presidida pelo pregador, que teve como tema: “Visitando a vida de Santo Antônio”. Ao final, uma bela homenagem a Nossa Senhora para fechar o mês de maio, com a coroação da Mãe de Deus ao som da tradicional Gaita de Fole tocada por um fuzileiro e o Canto da Ave-Maria, conduzido pelo grupo de Marinheiros que vieram abrilhantar a celebração. Ao final da missa, o Guardião, Frei Walter, não poupou palavras elogiosas e de gratidão às muitas pessoas que colaboraram para que a abertura da Trezena de 2023 fosse verdadeiramente um fato para ficar na História do Convento Santo Antônio. A Trezena segue para seu segundo dia nesta quinta-feira, dia 01 de junho, com o tema “Santo Antônio entrega sua nobreza àquilo que é mais nobre: Deus”, com missas às 12h e 18h. Dando prosseguimento à visita, a imagem peregrina passará pela Câmara Municipal, na Cinelândia, às 10h, e estará às 12h na Assembleia Legislativa do Estado, para a missa das 12h.

VISITANDO A VIDA DE SANTO ANTÔNIO

O pregador da Trezena deste ano, Frei Gabriel Dellandrea, ordenado presbítero no último dia 20 de maio, falou sobre o tema “Visitando a vida de Santo Antônio!” na Missa das 12 horas.

“Todos nós já visitamos alguma pessoa que não consegue deixar nós sairmos da casa dela sem levar alguma coisinha, não é verdade? Seja um pedaço de bolo, uma fruta, um presentinho, um perfume… Essa pessoa não consegue nos soltar sem antes nos dar algo que dá ainda mais alegria à visita”, disse o frade.

Segundo ele, é assim que também acontece quando se visita a Palavra de Deus. “Sempre fica para nós alguma recordação, algo que nos alimenta, que nos delicia. E nesta liturgia visitamos a cena em que Maria visita sua prima Isabel. Dessa visita, desse encontro, para nós fica a linda oração de louvor que Maria faz a Deus. Ela é uma mulher tão bem resolvida que entende a sua missão, sabe que ela será difícil, mas mesmo assim louva por poder contribuir para a obra da salvação!”, situou Frei Gabriel.

Ele lembrou que nesta Trezena se visita uma pessoa muito especial: Santo Antônio. “Através de seus ditos, suas ações e os diferentes aspectos de sua devoção, vamos bater a porta de Antônio para conhecer um pouco mais dele! E ao olharmos a vida dele, queremos nos sentir provocados também a mudar a nossa. Ao observarmos o modo como ele passa a seguir a Jesus, queremos também nós encontrar entusiasmo para nossa vocação e seguimento!”, disse.

“E dessa primeira visita a Santo Antônio já podemos refletir sobre uma de suas frases: ‘Quem quer alcançar a salvação, deve jogar longe a vontade própria’. Isso porque a nossa vida passa a ter sentido apenas quando fazemos a vontade do Senhor! O nosso existir se torna um ouvir a Palavra de Deus e se deixar transformar por ela sempre, mesmo quando a nossa vontade própria nos provoca para outra coisa”, indicou.

“Mas tem um lugar que nós não visitamos. Esse lugar nós moramos! E nós moramos no encontro com Jesus. Nós apenas visitamos os santos: isso porque a experiência deles é DELES! Ao visitarmos as histórias deles podemos sempre trazer conosco uma lembrancinha, algum aperitivo para o caminho. Mas nós não moramos na experiência deles. Nós devemos fazer o nosso encontro com Jesus. Pode ser que a visita aos santos nos ajude a ficarmos melhores, mas não é o lugar definitivo. O LUGAR DEFINITIVO É A NOSSA PRÓPRIA EXPERIÊNCIA COM JESUS. O nosso encontro com ele através da palavra, da oração, da ação, da conversão de vida, dos acertos e erros”, ensinou o frade.

“É por isso que São Francisco diz que temos que cuidar muito quando vamos falar sobre um santo, pois corremos o risco de ao falar sobre ele, ficarmos tão abobados nisso e esquecermos que não ficaremos santos só por falarmos sobre os santos. Seremos santos se fizermos também a nossa parte!”. alertou.

Ele fez alguns questionamentos: “Por isso, podemos nos perguntar: quando alguém “visita” a nossa vida, essa pessoa encontra um seguidor ou seguidora de Jesus convicto de que quer transformar a sua vida? Quando alguém nos encontra percebe alguém que quer anunciar o amor de Deus e ser um ser humano melhor? As pessoas encontram realmente em nós alguém capaz de anunciar por palavras e atos o amor de Jesus ou encontram apenas um frequentador ou uma frequentadora de Igreja?”

Neste segundo dia da Trezena, o tema é “Santo Antônio: entrega sua nobreza àquilo que é mais nobre: Deus!”. Frei Gabriel será o pregador nas Missas das 12h e 18h.

Download Premium WordPress Themes Free
Download WordPress Themes
Free Download WordPress Themes
Download WordPress Themes
free download udemy paid course
download lava firmware
Download Nulled WordPress Themes
udemy course download free

Conteúdo Relacionado