Frei Gabriel encerra a Trezena no Convento do Largo da Carioca

12/06/2023

O recém-ordenado presbítero, Frei Gabriel Dellandrea, cumpriu à risca a missão dada a ele como pregador da 341ª edição da Trezena e Festa do Convento Santo Antônio do Largo da Carioca, no Rio de Janeiro. Nesta segunda-feira, ele encerrou a Trezena com a 13ª homilia, tendo como tema “Santo Antônio: o Santo do mundo inteiro!”. Ele agradou o povo porque não faltaram palmas diariamente e o seu confrade santo deve ter gostado.

Com desenvoltura, ele marcou com seu estilo de sempre abrir a sua pregação contextualizando uma situação. Desta vez, falou de um termo pouco conhecido dos cariocas e muito comum em Santa Catarina. “Até pouco tempo atrás, nas rodovias, nós tínhamos a figura dos chapas. Eles eram pessoas que ficavam oferecendo seus serviços para guiar os motoristas a andarem em alguma cidade desconhecida, ajudando os caminhoneiros também a descarregar a carga. Eles indicavam o caminho. Hoje, essa função está quase acabada por causa do famoso GPS, que fica nos dizendo para virar à direita ou à esquerda, a fim de encontrarmos o destino”, contou.

A metáfora serviu para explicar que os santos, para nós na Igreja Católica, poderiam ser bem entendidos como os chapas, ou os GPS que indicam o caminho. “Eles trilharam a sua vida e agora, com seus ensinamentos e práticas, nos dão o rumo e direção. Mas para qual lugar? Para Cristo! Mas como podemos viver como Cristo? Realizando as bem-aventuranças que ouvimos hoje! E é nessa ideia que podemos entender a história de Santo Antônio, que viveu as bem-aventuranças!”, desenvolveu.

(toque nas imagens para ampliá-las)

Segundo o frade, elas são uma rota certa, “um ponto de chegada maravilhoso” para quem quer ser cristão. “Para seguir Jesus, não é necessário só fazer a crisma, decorar os mandamentos e participar da Missa. É preciso que a pessoa viva as bem-aventuranças que é uma disposição de vida, não só um cumprimento de preceitos! Elas são o destino certo de quem quer ser um verdadeiro seguidor de Jesus”, acrescentou.

Disse o pregador que a primeira leitura de hoje fala em consolação. “Seguir Jesus é um modo de vida exigente, que por vezes nos vai desinstalar de nossos egoísmos e preconceitos. Mas não podemos desanimar. O próprio Cristo nos consola, pois mesmo que por vezes fiquemos aflitos por escolher o lado certo, seremos consolados pelo Senhor que, dia após dia, está conosco em nossa caminhada”, animou.

Frei Gabriel, então, chegou ao tema do dia: Santo Antônio, o santo do mundo inteiro! “Não pensem que a vida dele foi um mar de rosas onde todo mundo gostava dele e de suas ações. Ele precisou vencer muitas barreiras, pessoais ou de outras pessoas que queriam o mal para ele. Por isso, tornou-se forte, pois consolado pelo Senhor, foi honrado por Ele! E, por isso, ele se tornou o santo universal, do mundo inteiro! Ele nos indica, com o seu modo de vida simples, como também devemos viver, dedicados a cultivar em nosso coração as virtudes próprias de um seguidor de Cristo!”, ensinou.

E escolheu para fechar a Trezena, “alguns trechos do mais famoso” sermão de Santo Antônio para o Domingo de Pentecostes”:

“Quem está repleto do Espírito Santo fala várias línguas. As várias línguas são os vários testemunhos sobre Cristo, a saber: a humildade, a pobreza, a paciência e a obediência; falamos estas línguas quando os outros as veem em nós mesmos. A palavra é viva quando são as obras que falam. Cessem, portanto, os discursos e falem as obras. Estamos saturados de palavras, mas vazios de obras. (…) Falemos, portanto, conforme a linguagem que o Espírito Santo nos conceder; e peçamos-lhe humilde e devotamente que derrame sobre nós a sua graça. (…) Que sejamos repletos de um profundo espírito de contrição e nos inflamemos com essas línguas de fogo que são os louvores divinos. Desse modo, ardentes e iluminados pelos esplendores da santidade, mereceremos ver o Deus Uno e Trino”.

Tendo como base o Ano Vocacional, o tema da 341ª Trezena e Festa está sendo “A Vocação de Santo Antônio: exemplo de entrega a Deus”.

O presidente da Sociedade dos Amigos da Rua da Carioca e Adjacências (SARCA), na pessoa do sr. Roberto Coury, ofereceu um bolo para o Convento Santo Antônio, que neste dia também teve como aniversariante Frei Róger Brunorio.

PROGRAME-SE

Neste dia 13 de junho, dia do Santo, serão celebradas missas a partir das 6h, com bênçãos, distribuição dos pães e barracas com todas as comidas típicas das comemorações juninas. A expectativa é de que um grande número de fiéis, tanto do Rio quanto de outras localidades, passe pelo Convento neste período de Trezena e Festa.

As Missas e bênçãos no Convento Santo Antônio terão os seguintes horários: 6h, 8h, 10h, 12h, 15h, 17h e 18h, ficando para as 11h a Missa de Santo Antônio no Santuário do Cristo Redentor, com bênção e distribuição dos pães.

O espaço “Gastronomia Antoniana”, que funciona no Salão Frei Fabiano de Cristo, no subsolo do Convento, reformado especialmente para a Festa, oferece uma receita de massa com um molho diferente, por um valor acessível.


Moacir Beggo, pela Equipe de Comunicação da Província da Imaculada Conceição

Download WordPress Themes
Download WordPress Themes Free
Download Best WordPress Themes Free Download
Download Premium WordPress Themes Free
free online course
download micromax firmware
Download WordPress Themes Free
free online course

Conteúdo Relacionado