Santo Antônio nos ensina a viver o Dia da Caridade

19/07/2022

No Brasil, desde 1966, o dia 19 de julho tornou-se oficialmente o Dia da Caridade, por decreto do então presidente Humberto Castelo Branco. No entanto, para Santo Antônio, o assunto em questão já era uma preocupação muito tempo antes.

Dizem que Frei Antônio gostava de ajudar o máximo de pobres e pessoas que batiam à porta do convento. E, certa vez, ele doou todos os pães da despensa, inclusive os que os frades iriam comer naquele dia. O frei que cuidava da padaria ficou preocupado e perguntou para Frei Antônio o que eles iriam comer, e Frei Antônio disse para o frade dar novamente uma olhadinha nas cestas de pães da cozinha. Milagrosamente, as cestas estavam cheias de pães que serviram para alimentar os frades e os pobres. Este, a multiplicação do pão dos pobres, é um dos primeiros milagres atribuídos a Santo Antônio.

Assim, nasceu a conhecida expressão “Pão dos Pobres”, uma antiga devoção a Santo Antônio. Por isso, toda terça-feira os fiéis e devotos do santo franciscano recorrem ao altar do Senhor para exercer a caridade, bem como para receberem as bênçãos de Deus.

Com o passar do tempo, a temática “Pão dos Pobres” ganhou outras expressões como: pão da fraternidade, pão da partilha, da união, da solidariedade, da verdade, da fé, da vocação, dentre outras. Pão que vai muito além da farinha de trigo ou do dinheiro que se coloca no altar de Santo Antônio para comprar o “Pão dos Pobres”. Neste sentido, somente com a união de todos é possível que haja a partilha e que o pão possa ser multiplicado.

Segundo o Papa Francisco, “a caridade é dom, que dá sentido à nossa vida e graças ao qual consideramos quem se encontra na privação como membro da nossa própria família, um amigo, um irmão. O pouco, se partilhado com amor, nunca acaba, mas transforma-se em reserva de vida e felicidade”.

O Convento Santo Antônio é um dos pontos de apoio do Serviço Franciscano de Solidariedade (SEFRAS) e apoia os trabalhos que propõem uma forma de ser sociedade onde é preciso estar com aqueles que mais precisam, pensando a caridade como um instrumento potente para a transformação social.

Que, a exemplo de Santo Antônio, possamos ser exemplo e instrumento de partilha, caridade e generosidade para com o próximo.


Frei Augusto Luiz Gabriel

Download WordPress Themes Free
Download WordPress Themes
Free Download WordPress Themes
Premium WordPress Themes Download
ZG93bmxvYWQgbHluZGEgY291cnNlIGZyZWU=
download lava firmware
Download Premium WordPress Themes Free
udemy course download free