Vida Cristã - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

Descoberto local do martírio de São João Batista na Jordânia

08/02/2022

Ressurgiu da terra, inacreditavelmente: é o local da prisão e do martírio de São João Batista, encontra-se no Palácio-fortaleza do rei Herodes Antipas localizada na colina de Macheronte ao leste do Mar Morto na Jordânia atual.

Medalha de Ouro do Pontificado

A reconstrução do antigo sítio bíblico de Machaerus fez com que o Professor Győző Vörös – arqueólogo e arquiteto, membro da Academia Húngara de Artes – recebesse a Medalha de Ouro 2020 do Pontificado da Pontifícia Academia Romana de Arqueologia e da Pontifícia Academia Cultorum Martyrum. O prestigioso reconhecimento foi concedido ao projeto “As escavações arqueológicas de Machaerus”, documentado em três volumes publicados pelas Edições Terra Santa.

O Palácio perdido

“Incrível, quase milagroso”. É assim que o Professor Vörös descreve a descoberta do sítio arqueológico Macheronte, um testemunho encapsulado de uma época histórica da qual nenhum outro vestígio tinha sido encontrado até agora. O local onde se encontrava o palácio, de fato, tinha desaparecido após a destruição pelos romanos no final da Primeira Revolta Judaica em 71/72 d.C. Em 1968, o estudioso alemão August Strobel descobriu os restos de um muro erguido pelas legiões romanas e formulou a hipótese de que a antiga cidade herodiana se encontrava no local.

A reconstrução da fortaleza de Macheronte
                          A reconstrução da fortaleza de Macheronte

Um projeto de 20 anos

Desde então têm sido realizados estudos significativos. Entre eles, os conduzidos pelos arqueólogos franciscanos Virginio Canio Corbo e Michele Piccirillo, que faleceram sem publicar nada. Depois de um desejo expresso durante a viagem apostólica do Papa Bento XVI à Jordânia, em 2009 o Departamento Real de Antiguidades de Amã confiou a Győző Vörös um estudo de 20 anos sobre o sítio arqueológico. O projeto foi realizado em estreita colaboração científica com o Jerusalem Studium Biblicum Franciscanum, a École biblique et archéologique française de Jérusalem e o Cobb Institute of Archaeology da Universidade Estadual do Mississippi.

Os cem mil fragmentos

Mais de cem mil elementos arquitetônicos foram remontados como em um mosaico e permitiram ao arqueólogo devolver à humanidade a reconstrução gráfica de um sítio rico de significado e atração pela história e pela fé.

A reconstrução da fortaleza de Macheronte
                       A reconstrução da fortaleza de Macheronte

Um presente de Deus para o século XXI

“Macheronte”, declara, “é um presente que Deus Todo-Poderoso ao século XXI. Somos capazes de reconstruir arquitetonicamente o interior de um lugar, o palácio herodiano, descrito no Evangelho. Hoje podemos dar às novas gerações uma imagem fiel do que os textos sagrados nos dizem: não uma ilustração bíblica, baseada na imaginação ou na fantasia, mas um documento histórico. Este é o coração e o sentido da missão da arqueologia”.

Terra Santa, quinto Evangelho

“Como disse o Papa Francisco”, continua Győző Vörös, “a Terra Santa é o quinto Evangelho que nos ajuda a entender os quatro primeiros. Em Macheronte, do grego makhaira, que significa espada, estamos diante do Gólgota de João Batista, ‘precursor’ com seu martírio, do Calvário, do sacrifício de Cristo”. O evento é narrado pelos evangelistas Marcos e Mateus: um fato histórico que foi confirmado no século I dentro das narrações de Antiquitates Judaicae do historiador judeu Josephus Flavius e, 250 anos depois, na História Eclesiástica de Eusébio de Cesareia.

Profecia e martírio

Dentro do palácio estava sendo realizado um banquete durante o qual a princesa Salomé dançou para Herodes e lhe pedia, ilegitimamente casado com sua mãe Herodíades, a cabeça de João Batista. Desconfortável por ter falado a verdade sobre o adultério do rei e odiado por Herodíades por isso, João foi preso e depois decapitado na fortaleza de Macheronte.

História e fé

Com a dupla emoção de estudioso e crente, Győző Vörös diz estar particularmente feliz porque, nas vésperas dos dois mil anos do martírio de João Batista, que ocorreu entre 28 e 29 d.C., Macheronte tenha descoberto sua localização geográfica no mapa da Terra Santa.

Macheronte no mapa da Terra Santa
                        Macheronte no mapa da Terra Santa

Fonte: Vatican News (texto de Paolo Ondarza e Christopher Wells)
Download Best WordPress Themes Free Download
Free Download WordPress Themes
Download WordPress Themes
Download WordPress Themes
udemy paid course free download
download mobile firmware
Download WordPress Themes
udemy free download