Vida Cristã - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

Uma Igreja doente

30/06/2012

doenteFrei Luiz Iakovacz

Há sinais de que a Igreja está doente quando se torna uma empresa bem dirigida e bem sucedida. Nenhuma empresa sobrevive sem produtos, lojas, vendedores, lucros, propaganda, concorrência…

Quando a prosperidade material e curas milagrosas falam mais alto que a Boa Nova do Evangelho, é preciso estar alerta porque, tais fatos, podem se tornar “traça e  ferrugem que corroem” (Mt 6,19). Se o lucro for superior ao salário de um operário que trabalha dignamente (cf. Lc 10,7), leva à acomodação a própria Igreja e o ardor missionário esmorece, paulatinamente.

O testemunho do apóstolo Paulo é oportuno: livremente, abriu mão do preceito “aqueles que anunciam o Evangelho, vivam do Evangelho” (1 Cor 9,14); por sua vez, assumiu a postura de viver com seu salário profissional, construtor de tendas (cf. At 18,3), sustentando-se a si mesmo e sua equipe missionária” (cf. At 20,33-35).

Há sinais de que a Igreja está doente quando se contenta, como diz o Documento de Aparecida, em satisfazer-se com uma “pastoral de conservação”, isto é, atender os fiéis que a procuram, quando a proposta é de ser, também, uma “Igreja, essencialmente, missionária” (nº 370), isto é, sair da sacristia e, a exemplo do Bom Pastor, buscar a ovelha desgarrada; e, ao encontrá-la, abraçá-la com ternura de mãe, atitude várias vezes lembrada pelo Papa Francisco.

Há sinais de que a Igreja está doente quando há concorrência entre cantores de diversas denominações, na construção de templos suntuosos, ou na aglomeração estatística de massas populares. É preciso estar atento porque a evangelização é mais eficaz pelo testemunho de vida do que pela visibilidade. Cristo amaldiçoou a figueira que tinha mais folhas e beleza estética do que frutos (cf. Mc 11,12-14).

Poderíamos prolongar os sinais dessa doença. Porém, convém detectar a sua causa. O apóstolo Paulo nos assegura: “A raiz de todos os males é a ganância pelo dinheiro. Por causa dele, alguns se afastaram da fé e afligem a si mesmos com muitos tormentos” (1 Tm 6,10). Esse “espírito mundano é a lepra e o câncer da Igreja e da sociedade”, nos diz o Papa Francisco.

Para tratar essa doença, nada melhor do que uma Igreja saudável.

Onde encontrá-la?!…

Na vida simples que nosso Mestre Jesus Cristo viveu, e no seu amoroso e gratuito serviço a todos.

Por isso, há sempre sinais de esperança, tais como: o crescimento paulatino de cristãos, particularmente, nos países pobres; o anúncio, cada vez maior, do Evangelho a grupos excluídos (índios, ribeirinhos, quilombolas, ciganos migrantes); o CEBI, com seu jeito popular de ler a Bíblia; a sede da Palavra de Deus, subjacente em todo o ser humano, especialmente, entre os humildes: “Eu te louvo, Pai, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, porque isto foi do teu agrado” (Mt 11,25).

Diz a Bíblia que o profeta Ezequiel foi levado pelo espírito de Javé a uma planície cheia de ossos para que, ali, profetizasse.

Mas… por que profetizar a quem está morto e sem sinais de esperança?!

 Javé insistiu: “Filho do homem, profetiza porque infundirei meu espírito neles e reviverão”; e da ossada se levantou um grande exército (cf. Ez 37,1-14).

 Assim, também hoje, se perseverarmos nessa insistência profética à qual Javé nos impele, com certeza, da força e união do pequeno e do humilde, Deus é capaz de tornar possível o impossível.

Download WordPress Themes
Download Premium WordPress Themes Free
Free Download WordPress Themes
Free Download WordPress Themes
lynda course free download
download intex firmware
Download Best WordPress Themes Free Download
udemy paid course free download

Conteúdo Relacionado