Vida Cristã - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

5ª feira da 2ª semana do Advento

  • Primeira leitura
  • Salmo
  • Evangelho
  • Sabor da Palavra
Festa de Nossa Senhora de Guadalupe

Gálatas 4,4-7

Irmãos, 4 quando se completou o tempo previsto, Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher, nascido sujeito à lei, 5 a fim de resgatar os que eram sujeitos à lei e para que todos recebêssemos a filiação adotiva. 6 E porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito do seu Filho, que clama: Abá – ó Pai! 7 Assim já não és mais escravo, mas filho; e se és filho, és também herdeiro, tudo isso por graça de Deus.

Palavra do Senhor.

Sl 95(96)

Manifestai a sua glória entre as nações.

Cantai ao Senhor Deus um canto novo, † cantai ao Senhor Deus, ó terra inteira! /
Cantai e bendizei seu santo nome! – R.

Dia após dia anunciai sua salvação, † manifestai a sua glória entre as nações /
e, entre os povos do universo, seus prodígios! – R.

Publicai entre as nações: “Reina o Senhor! † Ele firmou o universo inabalável, /
e os povos ele julga com justiça”. – R.

Lucas 1,39-47

39 Naqueles dias, Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judeia. 40 Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. 41 Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou no seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 42 Com um grande grito, exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre! 43 Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar? 44 Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. 45 Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu”. 46 Então Maria disse: “A minha alma engrandece o Senhor, 47 e o meu espírito se alegra em Deus, meu salvador”.

Palavra da Salvação.

“Bendita és tu entre as mulheres e bendito o fruto do teu ventre!”.

Maria é exemplo de dedicação, doação e missão. Mesmo padecendo ela mesma dos fardos de uma gravidez, pois trazia em si o Salvador, não mede esforços para ajudar sua prima Santa Isabel, que sofre as angústias da gravidez na velhice.

Por seu sim generoso, a Mãe de Deus doa-se largamente ao projeto do Pai, que deseja estender sua salvação até os confins da terra a todas as nações. Por isso que nossa querida intercessora visita tão frequentemente o seu povo, porque ela sabe muito bem a aflição que passa seu povo simples, uma vez que também ela tanto sofreu com as desigualdades deste mundo e de seus poderosos.

Celebrando a Virgem de Guadalupe, lembramos os povos indígenas, que tanto padecem as perseguições de uma humanidade que não respeita seus ancestrais, valores culturais e áreas de preservação. Rezemos a Santa Mãe de Deus para que volva seu olhar de amor por todos estes povos, para que possam viver em paz longe da ameaça da ganância e do poder dos homens.

Reflexão feita pelos noviços.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.