Vida Cristã - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

A SSma. Trindade: creio em um só Deus em três pessoas

05/06/2012

curso_escoladafe_1parte
1- Introdução.

Pretendo dar uma (ou duas) aula sobre esse tema. As razões para essa brevidade são diversas, e em nenhuma hipótese quero sugerir que o assunto seja pouco importante.

Em primeiro lugar, as referências a Tres Pessoas presentes na única Divindade Cristã são numerosas no NT e nos Santos Padres.

Na verdade, a SSma. Trindade está continuamente presente e invocada na liturgia eucarística e dos demais sacramentos. Todo cristão que reza tem por hábito iniciar a oração com o sinal da cruz enquanto diz, ou ao menos pensa, “em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”. Isso é parte do nosso dia a dia.

Por outro lado, as explicações dos textos oficiais costumam ser extremamente difíceis, pois a Igreja teve de recorrer à linguagem filosófica grega, o que resultou numa terminologia muito pouco ouvida, até mesmo em nossa cultura catequética. Não quero cansá-los. E não podemos esquecer que o curso não pode ser muito longo.

2. Os primeiros textos trinitários.

As epístolas de São Paulo são os primeiros escritos cristãos em que aparecem referências inequívocas a Tres Pessoas Divinas. Refere-se muitas vezes a Deus (Deus Pai), ao Senhor (Jesus) e ao Espírito Santo.

Em 2Cor 13, 13 Paulo deseja que “a graça do Senhor Jesus Cristo, o Amor de Deus e a Comunhão do Espírito Santo estejam com todos vós”.

Esta “fórmula” é repetida ininterruptamente no início de muitas milhares de celebrações eucarísticas diárias ao redor de nosso planeta. Em qualquer momento, em qualquer parte do mundo, alguém a está repetindo. Vale refletir um pouco sobre a comunhão que une a todos os cristãos e sobre o nosso culto que se eleva continuamente para o nosso Deus …

São Pedro começa sua Primeira Carta com uma expressão clara de sua fé na existência de tres pessoas divinas. “… eleitos segundo a presciência de Deus Pai na santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo …”.

Sabemos que a morte de Pedro e de Paulo provavelmente ocorreram na perseguição de Nero ( ano 64?).

Já houve gente que chegou a levantar a hipótese de que Pedro e Paulo tivessem em mente uma tríade divina,(em geralum casal um filho divinos) como ocorrem em muitas mitologias pagãs. Isso é absurdo. O monoteísmo era um conceito e crença inquestionáveis para os dois, bem como para qualquer judeu.

Por outro lado, voltando à aula anterior, vimos como Jesus, ao falar do Espírito como Paráclito e Consolador “chamado para junto” dos apóstolos, só pode considerar o ES como uma pessoa distinta do Pai e Dele próprio. Algum cristão poderia duvidar do monoteísmo de Jesus Cristo? Embora os evangelhos tenham sido escritos após a morte de Pedro e Paulo, não podemos esquecer que todos os elementos básicos da teologia (crenças) vieram da vida, ação e ensinamentos de Jesus Cristo. Não é por acaso que Ele nomeia os apóstolos as suas testemunhas oficiais. “Vós sois as testemunhas disto” (Lc 24, 48).

Em Mateus Jesus diz: “Ide, pois; de todas as nações fazei discípulos, batizando-as em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-as a guardar tudo o que vos ordenei” (Mt 28, 19-20).

Alguém poderia dizer que os apóstolos receberam uma ordem de ensinar um conteúdo não escrito, embora de Jesus. Pondera então que seria impossível que alguém atendesse satisfatoriamente tal ordem. Seria precário demais essa metodologia de passar para a frente o pensamento do Divino Mestre. Jesus tomou suas providências para garantir  a segurança da transmissão. “Quanto a mim, eis que estou convosco todos os dias, até a consumação dos tempos” (Mt 28, 20). Jesus garante sua presença e supervisão e, para maior segurança, recorre ao ES. “Quando vier o Espírito da Verdade, Ele vos conduzirá à Verdade Plena” (João 16, 13). Quando Jesus fala em Verdade, como o fez perante Pilatos, não fala de verdades filosóficas, mas da Verdade de Seu Pai. É o conteúdo da Revelação.

Voltando a Mt 28, 19, temos a dizer que “as tres pessoas nomeadas aqui são pessoas divinas, porque o batismo é uma consagração a Deus. Ao Filho e ao ES é atribuída igual dignidade que ao Pai que, indubitavelmente, é Deus.

Os Santos Padres concluíram disso, com direito, que o Filho e o ES tem a mesma essência que o Pai e, portanto, Lhe são absolutamente iguais” (DEB, C, col 1530). Aproveito para lembrar que Santos Padres são os pensadores que se destacaram pela continuação e explicitação da doutrina dos apóstolos durante os cinco primeiros séculos.

3- A Fé na Trindade segundo o CIC (nn 232 a 267).

Fides omnium Christianorum in Trinitate consistit, diz o CIC (n 233). Traduzindo: A Fé de todos os cristãos está, basicamente, na Trindade.

É uma afirmação solene e impactante. Fomos todos batizados “em nome” do Pai e do Filho e do ES.

O CIC chama a atenção que não está empregando a expressão “nos nomes” dos tres, mas “em nome”. É um só nome, um só Deus!

Vamos ao texto. “O mistério da SSma. Trindade é o mistério central da Fé e da vida cristã. É o mistério de Deus em si mesmo, é portanto a fonte de todos os outros mistérios da fé. É a luz que ilumina” (CIC 234).

O CIC está dizendo com todas as letras que a verdade da SSma. Trindade não é uma verdade qualquer no conjunto da doutrina católica. Trata-se da verdade central, essencial de nossa Fé. É fácil de entender tal afirmação. Sem Deus não haveria o por que de qualquer religião. Então, para nós que cremos em Deus, tudo o que Ele revelou de seu modo ser é fundamentalmente importante.

O início do n 236 é um exemplo interessante para o católico entender. Vamos lá. “Os Padres da Igreja distinguem entre a ‘Theologia’ e a ‘Oiknomia’, designando com o primeiro termo o mistério da vida íntima do Deus-Trindade, e com o segundo todas as obras de Deus através da quais Ele se revela e comunica a sua vida. É através da ‘Oiknomia’ que  nos é revelada a ‘Theologia’, mas inversamente, é a ‘Theologia’ que ilumina toda a ‘Oiknomia’. As obras de Deus revelam quem Ele é em si mesmo; e, inversamente, o mistério de seu ser íntimo ilumina a compreensão de todas as suas obras (CIC 236).

É difícil de compreender? Muito difícil. Mas aqui temos uma joiazinha esclarecedora da parte do texto. Continuando o CIC diz: “Acontece o mesmo, analogicamente, entre as pessoas humanas. A pessoa mostra-se no seu agir e, quanto melhor conhecemos uma pessoa, tanto melhor compreendemos o seu agir” (idem).

Voltando ao início da citação observamos que escreve teologia com TH, porque o autor quer conservar a raiz grega da palavra. Diz que a theologia ocupa-se com a vida íntima de Deus Trindade. Isso tem a ver com o como as tres pessoas divinas são e se relacionam entre si. A palavra teologia significa o estudo, ciência, conhecimento de Deus.

A palavra oiknomia é composta de duas: oikos  e  nomos. Ou seja, algo como casa, lei ou normas. Então a tão conhecida palavra economia tem a ver com a vida doméstica no interior de uma casa, ou seu gerenciamento.

Na linguagem eclesiástica a palavra oiknomia ocupa-se com “todas as obras de Deus através da quais Ele se revela e comunica sua vida” (ibidem). Não é raro escritores cristãos mais eruditos gostarem de usar a palavra economia de Deus, quando falam do seu agir.

Ora, se o termo tem a ver com casa, ambiente doméstico e normas, “regras de convivência”, então podemos dizer que Teologia   trata da natureza do ser divino e a economia ocupa-se com seu “modus operandi”, ou seja, seus modos de agir.

4- Como Deus se revela Trindade.

Dizemos constantemente que a Trindade Divina é um mistério. Isso não quer dizer apenas que seria uma realidade totalmente além das capacidades humanas de compreensão. Entendo o mistério em primeiro lugar, como uma realidade divina que só é acessível à nossa mente, se o próprio Deus tomar a iniciativa de nos revelar.

Dizíamos anteriormente que só com a luz da Fé podemos entender as coisas de Deus.
Nesse sentido, Deus será sempre um mistério.

Frei Hipólito Martendal, OFM.

TEXTO EM PDF PARA IMPRESSÃO

 

 

Free Download WordPress Themes
Download Best WordPress Themes Free Download
Download WordPress Themes
Download WordPress Themes
lynda course free download
download mobile firmware
Download Best WordPress Themes Free Download
online free course