Cultura franciscanaIconografia Franciscana

Nicolas Francés

Pintor espanhol (1424-1468)

Nicolás Francês, pintor espanhol, introduziu o gótico nas cidades de Castilla e León, com um estilo claramente miniaturista.

Sua data de nascimento é desconhecida, assim como o lugar, mas sua atividade está documentada na Espanha desde 1434. Até 1468 – ano mais provável de sua morte, tendo em vista que suas atividades foram encerradas na Espanha -, ele trabalhou incansavelmente em toda a Castilla. Algumas de suas melhores obras, documentadas em arquivos da época, encontram-se nas igrejas e nos museus.

Sendo miniaturista, realizou uma obra dedicada ao Natal, que se encontra guardada nos fundos bibliográficos de São Isidoro de León.

Como pintor se destacam suas obras em estilo espanhol-flamenco. Uma se encontra hoje no Museu do Padro, dedicada a Santo Estevão e que originariamente adornava a cabeceira da Igreja de León. Outro trabalho se conserva no lugar onde foi concebido, o Convento de Santa Clara em Tordesillas. Foi realizado a pedido de uma rica família, conhecida como Saldanha. As duas obras têm uma execução perfeita e um belo colorido.

O Sonho de Honório - Nesta obra se vê o papa romano tendo uma visão com São Francisco. O santo é reconhecido pelo característico hábito marrom, acompanhado de seus irmãos da Ordem, tratando de que a regra dos franciscanos seja reconhecida pelo Pontífice, que o recebe, ricamente vestido e rodeado por seus cardeais.

Os personagens aparecem várias vezes na cena, em espaços separados, para indicar os distintos momentos da história. A pintura é um exemplo deste gótico italianizante que tomou o caminho dos pintores renascentistas espanhóis, embora sua pintura possua novidades do período Trecento de Giotto, um dos pintores que mais retratou São Francisco.