Vida CristãSanto do dia › 08/09/2018

São Tomás de Vilanova

08Nascido em Fuenllana em 1486, é uma das pessoas mais expressivas do século. Ainda muito novo, foi levado à cidade de Vilanova dos Infantes, na Espanha, onde adquiriu uma formação cultural fortíssima e demonstrou sua bondade e caridade para com os pobres. Em 1516, ingressou na vida religiosa adotando a Ordem dos Agostinianos, sendo ordenado sacerdote dois anos depois.

Contra a sua vontade, não demorou muito e  foi eleito superior, cargo que ocupou até 1544. O imperador Carlos V propôs, então, que se tornasse bispo da sede de Valência. Seu ingresso no bispado deu-se exatamente no dia 1o de janeiro de 1545. Baseou seu trabalho, como pastor, nos ensinamentos de Paulo e nos exemplos de grandes bispos da antiguidade cristã, entre eles Agostinho, Ambrósio e Gregório Magno.

Uma de suas maiores obras foi organizar várias formas de assistência. Entre elas, criou, no palácio episcopal, um orfanato para as criancinhas abandonadas, dando-lhes abrigo, cuidados e o carinho que tanto necessitavam. Acolhia de tal forma essas crianças que um dia chegou a ceder sua própria cama, pois não havia mais lugar para abrigá-las.

Tomas de Vilanova morreu no dia 8 de setembro de 1555. Só em 1658 foi incluído no álbum dos santos, pelo papa Alexandre VII.

A Igreja também celebra hoje a memória dos santos:  Adriano e Nestor.