Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 21/09/2018

Jesus simplesmente amou

Festa de São Mateus, Apóstolo e Evangelista

sabor_210918Mt 9, 9-13


“Jesus viu um homem chamado Mateus” (Mt 9,9)


Hoje é o dia de lembrarmos uma das ações de Jesus que mais escandalizou os fariseus, o dia em que Ele chamou Mateus e comeu na mesa com outros pecadores.

Jesus, ao ver Mateus à beira do caminho, não quis julgá-lo ou condená-lo. Ele olhou para Mateus e com amor fraterno e o chamou para integrar o seu Projeto. Que exemplo bonito do nosso mestre! Não julgou, só amou. Essa foi a atitude que tocou o coração do cobrador de impostos que era odiado pelo povo e o levou à conversão.

E nós, como nos relacionamos com as pessoas que estão à margem, sejam eles os excluídos da sociedade, seja alguma pessoa que nos fez algum mal ou uma pessoa que temos preconceito?

Constantemente perdemos a chance de reintegrar uma pessoa ao convívio social ou de nos aproximarmos de alguém porque pensamos de forma preconceituosa: “fulano está assim porque fez isso ou aquilo”. Ou pior, quando vamos tentar nos aproximar e chegamos com um discurso moralista, como se fossemos conhecedores de sua história de vida, julgando e nos achando sem pecado algum.

Jesus não fez nada disso. Ele não quis saber o que Mateus tinha feito ou o que os publicanos e pecadores que estavam na mesa com ele fizeram ou deixaram de fazer. Ele simplesmente amou. Isso foi o que mais irritou os fariseus que se achavam perfeitos só por cumprirem a lei e não terem pecado.

Eis a nossa missão: seja em nossa casa, na escola, no trabalho, na igreja ou em qualquer outro lugar. Sermos essa ponte que integra as pessoas e as faz sentir mais humanas, a exemplo de Jesus Cristo.

São Mateus reconheceu a suas limitações e aceitou o projeto de seguimento do Senhor. Por isso, passou de um cobrador de impostos, pecador odiado da época, a um dos responsáveis por conhecermos quem é Jesus Cristo pelo seu Evangelho. Simplesmente porque sentiu-se acolhido e amado pelo Senhor.

Reflexão feita pelos noviços.