Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 14/09/2018

Dar testemunho do amor

23ª Semana do Tempo Comum

Festa da Exaltação da Santa Cruz

sabor_140918Jo 3,13-17


“Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar o mundo, e sim para que o mundo seja salvo por meio dele.” (Jo 3,17)


Em muitos lugares hoje, deparamo-nos com a pregação contra cristianismo. As mídias, por exemplo, se esforçam o tempo todo para inserir-nos um pensamento de que não precisamos de Deus, nem de religião alguma, e que para tudo somos totalmente autossuficientes. Vemos também o enfoque em tentar inculcar na sociedade o pensamento de que a religião “tira-nos a liberdade”. De alguma forma, este Evangelho de hoje é atual.

Jesus não veio ao mundo para condená-lo, ou seja, não veio para tirar-nos a liberdade, tirar-nos de nossas vidas para colocar entre grades, mas para que sejamos salvos por Ele. Jesus aboliu a lei com o princípio do ‘amar uns ao outros’. Amar, por acaso, tira-nos a liberdade? Se tira, é porque talvez não estejamos amando na gratuidade, ou porque não estamos nela, mas emergidos numa falsa liberdade. Aquela liberdade embasada em prazeres fúteis e em busca de satisfações de vontades próprias.

Precisamos, antes que seja tarde, tomar consciência e ser críticos diante das mídias sociais, das emissoras de televisão e dos meios de informação e comunicação que querem instalar em nosso meio estas ideologias, para então, protestarmos. Mas, protestarmos por meio de quê? Por meio do amor. É amando o próximo a cada dia e na gratuidade, que damos testemunho de uma vida verdadeiramente livre. Jesus precisou ser levantado na cruz para que crendo nele, fôssemos salvos.

Amemos hoje, irmãos, para amarmos ainda mais amanhã.

Reflexão feita pelos noviços.