Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 07/09/2018

A lei que liberta

22ª Semana do Tempo Comum

sabor_070918Lc 5,33-39


“Mas vão chegar dias em que o noivo será tirado do meio deles; nesses dias eles vão jejuar.” (Lc 5,35)


Hoje, o Evangelho nos mostra a atitude dos discípulos diante da lei, isto é, uma lei que os fariseus e os doutores da lei tinham apenas como teoria.

Os discípulos não faziam o jejum que era estabelecido pela lei por terem outra visão da mesma, isto é, a lei que deve ser como verdade que liberta e não como a verdade que prende. Jesus, no entanto, faz a comparação desta atitude farisaica com o remendo novo que não cabe no velho, para mostrar-nos a diferença que há entre a sua doutrina e a dos fariseus, que tem como teoria a libertação e a prática que condena e maltrata.

Hoje também celebramos a Independência do Brasil. Queremos hoje pedir a paz, a justiça e a igualdade entre todos nós, e que o nosso bom Deus derrame as suas bênçãos sobre esta grande nação.

Reflexão feita pelos noviços.