Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 13/08/2018

Jesus não é estrangeiro no Templo

19ª semana do Tempo Comum

sabor_130818Mt 17, 22-27


“De quem os reis da terra recebem taxas ou impostos: dos filhos ou dos estrangeiros?” (Mt 17, 25)


Jesus não diz para não pagar o imposto do Templo, que, em princípio, não era injusto. Perigo de desvio e de mau aproveitamento do que é arrecadado sempre existiu e existe onde circula dinheiro. Os judeus do mundo inteiro mandavam a Jerusalém sua moeda para a manutenção do Templo do Senhor. Era a Casa do Senhor, amada e venerada por todos. Jesus mesmo pagou o seu tributo, quando questionado.

O evangelista recolhe uma lenda que se construiu mais tarde, da moeda na boca do peixe. O que o texto está dizendo aos seus leitores é que Jesus não precisa pagar o imposto do Templo porque é de casa. Os reis cobravam imposto dos estrangeiros, não dos “seus filhos”, assim está escrito. Jesus não é estrangeiro no Templo. É Filho! Foi também uma explicação dada a Pedro, porque Jesus ainda não tinha pagado o imposto.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2018’, Paulinas.