O CarismaNotícias › 12/07/2018

Três lançamentos imperdíveis de frades franciscanos

livro_120718_4Orações do cristão católico

Frei Edrian Josué Pasini

Rezar faz parte, ou deveria fazer parte do dia a dia de cada pessoa cristã. A fé se alimenta da oração, seja mediante livros – na formalidade –, ou na inspiração e intimidade que dela se desencadeiam. Ao rezar, demonstramos nossa fé, alimentamos e animamos nosso ser, dialogamos com Deus, que caminha conosco, junto com seus anjos e santos.

Todas as orações são válidas, desde que impulsionadas pela dedicação em manter a ligação com Deus. Ele, que do Alto tudo observa, também está presente no coração que se abre à sua graça.

Este livro de orações pode fazer surgir o sadio hábito de criar intimidade com o Senhor dos nossos corações. Neste pequeno livro de diária e constante companhia para adultos, jovens e crianças, são oferecidas as orações que estão na memória afetiva dos cristãos católicos.

Da oração nascem a inspiração e a força para nos manter animados, equilibrados e íntegros em nossa vida.

Frei Edrian Josué Pasini é frade franciscano, natural de Água Doce, SC. Editor de produtos sazonais da Editora Vozes, desde 1994 coordena o departamento que tem como principais obras a Folhinha do Sagrado Coração de Jesus, o Almanaque Santo Antônio, o Encontro diário com Deus e o Meditações para o dia a dia. Já publicou pela Vozes Orando com alegria e Mesa e sobremesa – ambos fora de catálogo –, e Dia a dia com Deus.

Ficha Técnica:
Editora Vozes – 80 paginas – R$ 7,90


 

livro_120718_2O jeito franciscano de celebrar – Guia da celebração litúrgica franciscana

Frei Alberto Beckhäuser

No ano de 2010, o governo Geral da Ordem dos Frades Menores instituiu uma comissão para proceder a uma revisão e atualização do calendário litúrgico da Ordem, particularmente referente ao Missal e à Liturgia das Horas. Pediu ainda a elaboração de um Ritual Seráfico, adaptando o Ritual Romano em celebrações próprias e típicas da Ordem, como jubileus, exéquias e outras.

Esta comissão iniciou os trabalhos em fins de novembro de 2010. Ela achou por bem, juntamente com os livros litúrgicos da Ordem, preparar um guia da celebração litúrgica franciscana, trabalho que foi confiado ao Frei Alberto Beckhäuser, OFM, como um serviço a toda a Ordem.

O guia foi elaborado em quatro partes: I. Alguns conceitos básicos; II. O modo de celebrar de Francisco; III. O modo de celebrar do franciscano e IV. Liturgia celebrada e Liturgia vivida.

O jeito franciscano de celebrar quer expressar a índole da celebração franciscana. O subtítulo explicita os diversos aspectos da abordagem do tema, como foi proposto na comissão litúrgica da Ordem: Guia da celebração litúrgica franciscana.

Frei Alberto Beckhäuser, OFM, nasceu em Forquilhinha, SC. Tinha doutorado em Liturgia pelo Pontifício Instituto Litúrgico de Santo Anselmo, em Roma. Desde 1967, acompanhou de perto a grande caminhada pós-conciliar da renovação litúrgica no Brasil. Durante seis anos foi Assessor de Liturgia da CNBB e durante quase 20 anos foi Coordenador de Traduções e Edição de Textos Litúrgicos por parte da CNBB. Teve grande participação em Congressos internacionais sobre o tema da adaptação e inculturação da Liturgia, dando especial atenção à Religiosidade/piedade popular. Seus numerosos livros e centenas de artigos levam os leitores a uma compreensão teológica da Liturgia e à participação dos mistérios celebrados. Foi professor no Instituto Teológico Franciscano, em Petrópolis, e deu inúmeros cursos e conferências sobre a Sagrada Liturgia ao clero sobre questões de Liturgia. Ele faleceu em 28 de março de 2017.

Ficha técnica:
Editora Vozes – 128 páginas – R$ 25,00


 

livro_120718_3O tempo e a eternidade – A escatologia da criação

Luiz Carlos Susin

Repensar o tempo e a eternidade, a terra e os céus, a destinação do universo e especialmente do ser humano, esta é tarefa sempre inacabada, mas irrenunciável. Por isso há grandes e antigas tradições que se renovam em busca de caminhos sempre árduos para o pensamento. O cristianismo desenvolveu uma doutrina a respeito da destinação de toda a criação, do ser humano inclusive, que denominamos escatologia. Ela está centrada em Cristo, tem marcas trinitárias, está sob o signo da relação de comunhão. No horizonte escatológico se levanta o Sol de Cristo ressuscitado, promessa de Páscoa para toda criatura.
É este o assunto deste livro, que pode soar como pretensão exagerada e impossível à razão humana. Mas quando a razão se alimenta de confiança e de esperança, não é vã a experiência e o apoio na tradição que a aclara, corrige e confirma. A relação entre tradição e experiência se torna método e caminho de vida sob o horizonte escatológico de Cristo e seu reinado luminoso de paz à sede de eternidade e felicidade.
A obra é resultado de trinta anos de pesquisa e ensinamento na área de antropologia teológica, especialmente em escatologia e destinação da criação. O contexto ecológico e científico de nosso tempo impõe novas perguntas e oferece novos recursos, mas as grandes questões que atravessam os tempos e os contextos são aqui tratadas buscando na grande tradição bíblica e cristã chaves de compreensão, de esperança e de confiança. A relação dual – entre tempo e eternidade, terra e céus, humano e divino, morte e vida – está posta sob a luz de um terceiro: Cristo.

Frei Luiz Carlos Susin é frade capuchinho, doutor em teologia pela Universidade Gregoriana de Roma, professor na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e da Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana. Membro fundador e ex-presidente da Associação de Teologia e Ciências da Religião do Brasil. Foi membro da equipe de redação da revista internacional de teologia Concilium de 2001 a 2015. Pesquisador na área de antropologia teológica.

Ficha técnica:
Editora Vozes – 280 páginas – R$ 55,00