Vida CristãMeditação diária › 10/07/2018

Mais coração, menos aparência

Frase para refletir:

“As coisas não passam pelo que são, mas pelo que parecem. Raros são os que olham por dentro e muitos os que se contentam com as aparências. Apenas ter razão não basta; que o semblante também o demonstre” (Baltasar Gracián y Morales, jesuíta, poeta e dramaturgo espanhol, 1601-1658).

tempo_100718

“As aparências enganam” (dito). A palavra “aparência” traduz o que é visível nas coisas ou pessoas. Como somos facilmente enganados pela aparência, João recomenda: “Não julguem pela aparência” (Jo 7,24). Há uma grande diferença entre o gesso e a pedra, embora aparentemente pareçam iguais. Um trabalho bem feito com gesso pode parecer pedra, mas com a ação do tempo o gesso se deteriora, e a pedra permanece. O mesmo acontece com as pessoas. Há pessoas que gastam fortunas para mudarem a aparência, mas nada investem para mudarem o coração. As ações de aparência desaparecem com o tempo, as feitas com o coração perduram. Amor, bondade, caridade dentre outras, nascem no coração e transparecem nas ações de pessoas bondosas. Abomine a mentira, e as aparências enganosas. Discursos, jantares, cargos, homenagens etc. são passageiros e muitos se impressionam, mas tudo desaparece com o tempo. Devemos, pois, viver alegres e de cabeça erguida, praticando o amor com cordialidade, olhando mais o coração do que as aparências.

Bom dia! Bom trabalho!

Reflexão feita por José Irineu Nenevê


Links:

Blog: https://bomdiaebomtrabalho.wordpress.com/
Leia o Livro: “Bom dia e bom trabalho, sabedoria para todos os dias”, Editora Vozes.