Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 03/07/2018

Meu Senhor e meu Deus

13ª Semana do Tempo Comum

Festa de São Tomé Apóstolo

sabor_030718Jo 20,24-29


“Meu Senhor e meu Deus” (Jo 20,28b)


Hoje, o evangelho nos apresenta uma situação que, apesar de ter sido vivida há muito tempo, pode muito bem acontecer nos dias de hoje: a extrema necessidade de provas.

A situação retratada no evangelho de hoje, acontece quando queremos barganhar com Deus ou queremos dar condições à nossa crença. Em situações como: “só creio em Deus se O sentir no momento de oração” ou “Ao me sentir bem e acolhido na santa missa, ou pelas pessoas que estou ajudando” ou ainda por meio das promessas para adquirir bens materiais, soluções de problemas ou relacionamentos etc.

Também ocorre quando eu desacredito da Palavra e de atitudes das pessoas e peço comprovações como: “Prove que você me ama”; “Duvido que você é capaz de fazer isso”; “Prove que você é confiável”. Comprovações que desmoralizam as pessoas e suas histórias, transformando-as em cumpridoras de desafios, apáticas ou até mesmo frustradas ao falharem.

Acreditamos que as situações descritas acima são corretas porque o mundo moderno nos faz pensar que a vida é feita de desafios e certezas, que devemos ser sempre bem acolhidos e confortados. O problema é que tal crença nos impede de termos confiança e fé, porque nos transformam em “crianças mimadas” que sobrevivem de emoções fortes e concretas.

Devemos ser pessoas de fé e coragem como São Tomé, apóstolo que atendeu ao chamado de Cristo e nos deixou como legado a maior demonstração de fé no Ressuscitado de toda a Sagrada Escritura, “Meu Senhor e Meu Deus” (Cf. Jo 20,28b).

Paz e Bem!

Reflexão feita pelos noviços.