CPO: Dia de ver a realidade global e local

Érika Augusto, com informações de Frei Alvaci Mendes da Luz 

São Paulo (SP) - Nesta quarta-feira, 13/06, o Conselho Plenário da Ordem (CPO) teve seu segundo dia de encontro. Segundo Frei Alvaci Mendes da Luz, que participa do encontro em nome da Conferência dos Frades Menores do Brasil (CFMB), a partir de agora os frades terão momentos de formação e escuta, seguindo o método ver, julgar e agir.

Na parte de manhã, após a oração das Laudes, os participantes assistiram um vídeo da professora de Relações Internacionais da Universidade Católica de Washington, Estados Unidos, dra. Maryann Cusimano Love. Ela abordou distintos problemas globais, enfatizando a necessidade de melhorar a colaboração entre as comunidades, o meio ambiente e melhorar a relação pessoal com Deus.

Na parte da tarde, as Conferências de Portugal e Espanha fizeram uma apresentação da realidade de cada país, destacando questões como o secularismo e a crise migratória. As Conferencias de Itália e Albânia se apresentaram em seguida, e destacaram as questões como a baixa natalidade e também a realidade dos imigrantes. Os frades apresentaram algumas iniciativas realizadas nestes locais diante dos novos desafios.

Hoje o CPO recebeu a visita do Cardeal John Onajyekan, Arcebispo de Abuja, na Nigéria. Ele falou sobre os desafios pastorais enfrentados pela Igreja na Nigéria e no mundo. Segundo ele, os desafios são: proclamar o Evangelho por meio de palavras e obras; a enculturação, levando em conta a realidade de cada local; o diálogo ecumênico e inter-religioso; a justiça e a paz, enfatizando o desenvolvimento e a promoção do ser humano; a promoção do Evangelho através das novas mídias; o clima e o meio ambiente, as armas nucleares e a segurança global.

“Seja por consequência ou por providência, hoje é a festa de Santo Antônio de Pádua, um dos primeiros e mais ilustres membros da Ordem dos Frades Menores. Ele entrou na Ordem Franciscana porque queria ir para a África pregar o Evangelho. Terminou passando toda sua vida na Europa. Se estivesse vivo hoje, teria encontrado alguma maneira de vir para a África. No entanto, não duvido que seu espírito está conosco nestes dias de encontro”, encerrou o Arcebispo.

No encerramento do dia, os participantes celebraram a Eucaristia, presidida pelo Cardeal John Onajyekan.