O CarismaNotícias › 22/05/2018

Vesak: mensagem dos franciscanos aos budistas

vesak_220518G

A Comissão para o Diálogo Ecumênico e Inter-religioso da Ordem dos Frades Menores divulgou uma mensagem aos Budistas, por ocasião do Vesak, celebração que marca o nascimento, iluminação e morte de Siddhartha Gautama, o Buda Shakyamuni. O Vesak acontece na lua cheia de maio, neste ano, no Brasil, o Vesak é no dia 29 de maio.

No texto, os frades manifestam respeito aos ensinamentos de Buda, que ressaltam a importância da prática da compaixão, paz e boa vontade num mundo onde há dor e sofrimento. A mensagem recorda de forma especial as vítimas de violência e os encarcerados, e menciona o tráfico de pessoas e outras formas de escravidão e opressão.

“Neste dia de Vesak, em que vocês renovam seu compromisso de viver nobremente e seguir os preceitos de Buda, e enquanto continuam desenvolvendo suas mentes e praticando a bondade amorosa para com todos, nos unimos a vocês em oração, para que os cristãos, os budistas e todos os povos de boa vontade possam trabalhar juntos na construção de mundo de amor, paz e harmonia”, manifestam os frades.

Confira abaixo a mensagem na íntegra:


A nossos irmãos e irmãs budistas de todo o mundo,

Uma flor de lótus pela paz no mundo, bênçãos e arrependimento neste Dia de Vesak, em que se comemora o nascimento, iluminação e morte de Siddhartha Gautama, o Buda Shakyamuni.

Em nome dos frades franciscanos de todo o mundo e dos membros da Ordem fundada por São Francisco de Assis, reconhecemos com profundo respeito os ensinamentos de Buda, que inspiram a humanidade a recordar sempre a importância de praticar a compaixão, a paz e a boa vontade.

Reconhecemos estes e outros muitos valores que os budistas e os cristãos compartilham frente a um mundo onde continua havendo demasiada dor e sofrimento.

Neste dia, os budistas de todo o mundo fazem oferendas de flores, velas e incenso, para simbolizar a visão de que tudo relacionado à vida está sujeito à decadência e à destruição. Como franciscanos, mantemos firme o conselho evangélico do desapego, reconhecendo que a liberdade se encontra em aprender a deixar as coisas deste mundo passageiro e eleger as coisas que perduram, como a fé, a esperança e a caridade.

Da mesma forma, estamos unidos em nossas aspirações comuns de liberdade, com todos aqueles que foram detidos contra sua vontade, com aqueles que se encontram injustamente encarcerados ou que sofrem tortura. Em particular, recordamos com compaixão as vítimas e os autores de violência doméstica e institucional e a todos os nossos irmãos e irmãs de todo o mundo que se encontram inseridos no tráfico de pessoas e em outras formas de escravidão e opressão neste século XXI.

Com grande respeito, reconhecemos que vocês são nossos irmãos e irmãs maiores, porque são membros de uma das religiões mais antigas do mundo e, em agradecimento, reconhecemos as contribuições oferecidas pelo Budismo há mais de 2500 anos.

Neste dia de Vesak, em que vocês renovam seu compromisso de viver nobremente e seguir os preceitos de Buda, e enquanto continuam desenvolvendo suas mentes e praticando a bondade amorosa para com todos, nos unimos a vocês em oração, para que os cristãos, os budistas e todos os povos de boa vontade possam trabalhar juntos na construção de mundo de amor, paz e harmonia.

Com profunda reverência de afeto fraterno, desejamos-lhes paz e todo bem,

Comissão OFM para o Diálogo Ecumênico e Inter-religioso, em nome da Ordem dos Frades Menores.

ofm.org