13 a 20: Semana de Oração pela Unidade Cristã

Érika Augusto

São Paulo (SP) – Entre as Solenidades da Ascensão do Senhor, celebrada no domingo (13/05) e Pentecostes, celebrada no próximo dia 20, as Igrejas do Brasil e do hemisfério sul celebram a Semana de Oração pela Unidade Cristã. Anualmente, os cristãos são convidados para uma reflexão a respeito de um tema comum. Neste ano, o tema foi inspirado no livro de Êxodo, “A mão de Deus nos une e liberta”.

O cartaz traz pessoas em barcos que simbolizam, sobretudo nesses tempos de crise migratória, pessoas refugiadas que vivem cada vez mais à deriva dos poderes constituídos. Em muitos casos, sem políticas sociais que possam devolver a elas a dignidade roubada, essas pessoas são submetidas a situações de trabalho análogas à escravidão ou, então, comercializadas como escravas.

Material da SOUC

O material da Souc foi preparado pelas igrejas do Caribe. Caribe, nome de origem indígena, do povo Kalinago, é uma vasta extensão geográfica que inclui ilhas e territórios continentais, com uma rica e variada coleção de tradições étnicas, linguísticas e religiosas. É também uma região que possui complexa realidade política, com uma variedade de organizações governamentais, incluindo desde territórios coloniais (ingleses, holandeses, franceses e americanos) até nações republicanas.

Constata-se que, nos anos de colonialismo e escravidão, a ação missionária, com poucas exceções, muitas vezes justificava e reforçava a triste e desumana realidade da escravidão. No entanto, se por um lado a bíblia era utilizada para justificar a escravidão, por outro, nas mãos dos escravizados, tornou-se uma inspiração, uma garantia de que Deus estava ao lado dos oprimidos. Este Deus, diante dessa inspiração libertadora, os conduziria à liberdade.

Resgatando a história e as consequências do colonialismo, tanto no Caribe quanto na América Latina, a Souc 2018 convida para refletir sobre o trabalho análogo à escravidão que, no século XXI, fere tanto a humanidade quanto a imagem de um Deus de amor e liberdade. A escravidão e o trabalho humano degradante é um desafio contemporâneo a ser assumido pelas igrejas.

No Brasil, o material da Souc foi adaptado pelo Conselho de Igrejas para Estudo e Reflexão (CIER), de Santa Catarina.

Atendendo ao desejo do próprio Jesus

O cartaz da SOUC 2018 foi elaborado por Mirian Reis.

O cartaz da SOUC 2018 foi elaborado por Mirian Reis.

Promovida mundialmente pelo Conselho Pontífice para Unidade dos Cristãos (CPUC) e pelo Conselho Mundial de Igrejas (CMI), a Semana de Oração pela Unidade Cristã acontece em períodos diferentes nos dois hemisférios.

No hemisfério Norte, o período tradicional para a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos é de 18 a 25 de janeiro. Essas datas foram propostas em 1908 por Paul Watson, pois cobriam o tempo entre as festas de São Pedro e São Paulo, e tinham, portanto, um significado simbólico.

No hemisfério Sul, por sua vez, as Igrejas geralmente celebram a Semana de Oração no período de Pentecostes (como foi sugerido pelo movimento Fé e Ordem, em 1926), que também é um momento simbólico para a unidade da Igreja. No Brasil, o Conic lidera e coordena as iniciativas para a celebração da Semana em diversos estados.

Levando em conta essa flexibilidade no que diz respeito à data, o Conic estimula a todos os cristãos, ao longo do ano, a expressar o grau de comunhão que as Igrejas já atingiram e a orar juntos por uma unidade cada vez mais plena, que é desejo do próprio Cristo (Jo 17, 21).

Oferta da Semana de Oração

A oferta da SOUC simboliza o comprometimento das pessoas com o ecumenismo. É uma forma concreta de mostrar que acreditamos realmente na unidade dos cristãos (João 17:21). Os frutos das ofertas doadas ao longo da Semana são distribuídos, anualmente, da seguinte maneira: 40% para a representação regional do CONIC (onde houver), que é destinado a subsidiar reuniões e atividades ecumênicas locais, e 60% para o CONIC Nacional, para projetos de maior alcance.

Confira abaixo algumas celebrações ecumênicas realizadas em São Paulo para celebrar a SOUC:

Quarta-feira, 16/05, 20h
Capela Anglicana da Anunciação
Rua Imoroti, 142

Quinta-feira, 17/05, 19h30
Paróquia Sant’Ana
Rua Voluntários da Pátria, 2060, Santana

Quinta-feira, 17/05, 20h
Santuário Cruz da Reconciliação
Rua Valdomiro Fleury, 180, Butantã

Saiba mais no Facebook da Casa da Reconciliação e do CONIC

Oração e solidariedade

No sábado, dia 20, o Anchietanum realiza a Vigília da Unidade, um momento orante com cantos da Comunidade Ecumênica Taizé. Como gesto concreto, os organizadores pedem doação de itens de higiene pessoal e água mineral, que serão doados às vítimas do desabamento do edifício Wilton Paes de Almeida, no centro de São Paulo. A Vigília da Unidade acontece das 19h30 às 22h, na Paróquia Anglicana de São João (Rua Coropés, 108, Pinheiros – a 600m da estação Faria Lima do metrô).