Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 15/04/2018

A paz esteja convosco

3º Domingo da páscoa

jesus_150418Lc 24,35-48


Assim está escrito: o Cristo sofrerá e ressuscitará dos mortos ao terceiro dia. (Lc 24-46)


No evangelho de hoje, São Lucas nos admoesta sobre a presença de Jesus Cristo Ressuscitado. A princípio, mostra Jesus caminhando entre os homens, participando, solidarizando-se com seus problemas, lutas e dores. Mas, muitas das vezes, fugimos da realidade do Cristo sofredor, fugimos dos momentos difíceis da vida, mascaramos tanta violência. No meio de toda essa maldade, Jesus se compadece de nós, dando-nos conselhos e força por intermédio de um amigo, de um excluído ou desvalorizado. Ele está presente no anúncio da palavra do Pai que mostra-nos o sentido de sua vida e ação. E ainda celebra a Eucaristia, onde o pão é repartido lembrando-nos o dom de sua vida.

Portanto), a ressurreição não é fruto da imaginação dos discípulos nem se reduz a um fenômeno puramente espiritual. Mas, antes de tudo, é um fato que atinge o próprio corpo; daí a identidade do ressuscitado com o Jesus terrestre. Qualquer ação humana que trás mais vida para o corpo oprimido, doente, torturado, faminto e sedento não é apenas obra de misericórdia, mas é sinal concreto do fato central da fé cristã: a Ressurreição do próprio Senhor Jesus.

Reflexão feita pelos noviços