Vida CristãFrei AlmirO Sabor da Palavra › 06/03/2018

Fontes de misericórdia

Tempo da Quaresma

sabor_060318Mt 18, 21-35


“Não lhe digo que até sete vezes, mas até setenta vezes sete”


O Evangelho de hoje tem como enfoque o perdão, retratando a misericórdia infinita do Pai, que se desdobra no Filho e que deve se revelar em nós. Perdoar setenta vezes sete é perdoar sempre, sem medidas e sem julgamentos.

O patrão retratado nesse Evangelho é imagem de Deus, que tem compaixão de seu servo, pois conhece suas fraquezas e misérias, e assim sendo, perdoa sua dívida, seus pecados e seus erros. E o servo é cada um de nós, que mesmo recebendo o perdão e tendo feito experiência da bondade de Deus, somos muitas vezes incapazes de comunicar isso aos nossos irmãos.

O mandato de perdoar “até setenta vezes sete”, já nos foi dado e deve gerar frutos.

Que o Bom Deus nos conceda a virtude da compaixão e que nos permita colocarmo-nos no lugar do outro para assim sermos misericordiosos.

Reflexão feita pelos noviços.