Cultura franciscanaLiteratura religiosa e cultural

Em nome de São Francisco

É intencionalmente que esta obra intitula-se Em nome de São Francisco. Ao subtítulo compete precisar que “em nome de São Francisco” desenvolveu-se a longa e fascinante história da Ordem dos Frades Menores e do franciscanismo desde o início do século XIII até os primeiros decênios do século XVI. Aquela história continuou, continua e continuará “no mesmo nome”, impondo o inevitável confronto com o passado. Como dizer-se “franciscano” sem ter lido e meditado, primeiramente e, sobretudo, os “escritos” de Frei Francisco de Assis? Mas também essa leitura e meditação, embora fundamentais, não exaurem o conhecimento das múltiplas componentes e estratificações do franciscanismo: a menos que se compreenda e resuma o franciscanismo ao arquétipo São Francisco (modelo psicocultural abstrato, sem nenhuma concretude própria da condição humana e que age em níveis subterrâneos, labirínticos e obscuros, onde a consciência se perde).

Mas o arquétipo São Francisco não age apenas entre seus “filhos”; exerce, sim, uma fascinante atração difusa, como santo e como Francisco de Assis. A experiência humana de Frei Francisco e a história da Ordem dos Frades estiveram repletas de dificuldades e de sofrimentos “em nome do Evangelho de Jesus Cristo” e de sua realização concreta no inexorável fluir do tempo e na imprevisível e contínua mudança da vida pessoal e social.

Editora Vozes – 2005-12-02
FFB – Família Franciscana do Brasil
vendas@vozes.com.br